ICNF oferece árvores em Lagos, Olhão e Monte Gordo

  • Print Icon

Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) oferece árvores no âmbito do Dia Internacional da Floresta.

São cerca de 50 mil árvores autóctones produzidas nos viveiros do ICNF, para oferecer,  gratuitamente, aos cidadãos e proprietários rurais que desejem fazer plantação nas suas propriedades.

Esta distribuição será feita entre os dias 19 e 26 de março, nos postos de
atendimento selecionados do ICNF, em todo o país.

No Algarve serão oferecidas no no Largo do Infantário do Chinicato (282402320), em Lagos, no Centro de Educação Ambiental de Marim (289700210), em Olhão, e no Viveiro Florestal de Monte Gordo (281027355), em Vila Real de Santo António.

Os interessados devem inscrever-se para recolher as árvores através do contacto telefónico do local selecionado ou por email (icnfsomostodosnos@icnf.pt).

Depois basta identificar-se nos locais de recolha em horário a combinar, no período da manhã (9h00-13h00) ou da tarde (13h00-17h00), e comprometer-se a remeter uma fotografia da plantação.

Também é possível partilhar as fotografias nas redes sociais, com uma hashtag específica para o efeito (#ICNFsomosTODOSnos).

Podem recolher árvores para plantação os cidadãos maiores de 18 anos, bem como representantes de entidades privadas sem fins lucrativos, devidamente identificados, sob compromisso de promover a sua plantação no prazo máximo de uma semana após o levantamento.

As espécies disponíveis para recolha são: medronheiros, sobreiros, azinheiras, pinheiros mansos, alfarrobeiras, romãzeiras, castanheiros, amieiros, entre outras folhosas. Cada cidadão pode recolher um máximo de 10 (dez) exemplares.

Os representantes de entidades privadas sem fins lucrativos podem levantar até um máximo de 50 exemplares.

Os levantamentos são sujeitos à existência de disponibilidade em cada local de recolha.

Os proprietários rurais, que tenham como objetivo a plantação em pequenas parcelas de terreno (com área não superior a 5 mil m2), desde que identifiquem a parcela a plantar, podem levantar até um máximo de 100 exemplares.

O transporte das árvores, a escolha do local e a obtenção da permissão para a plantação junto de quem de direito, é da inteira responsabilidade dos cidadãos que realizem a plantação, no respeito pela legislação em vigor.