Almargem lança edição revista e atualizada do guia Anfíbios do Algarve

  • Print Icon

A Almargem atualizou o guia Anfíbios do Algarve com o biólogo Luís Guilherme Sousa, veterano na conservação de répteis e anfíbios em Portugal.

Esta edição renovada do guia Anfíbios do Algarve, no Festival de Observação de Aves e Natureza de Sagres será apresentada no domingo, dia 3 de outubro às 17h30, no Centro Interpretativo da Lota de Sagres.

Feito a pensar em todos os que se interessam pela vida animal, mas não são especialistas, é a companhia ideal para levar numa saída de campo.

O guia ajuda a identificar as diferentes espécies de anfíbios desta região. Inclui fotografias e ilustrações, bem como informação científica e dados sobre o estatuto de conservação da espécie.

O guia Anfíbios do Algarve é composto por fichas das 13 espécies de anfíbios que podem ser encontradas no Algarve.

Cada ficha tem fotografias e ilustrações da espécie, classificação, caracterização, biologia, distribuição e conservação.

Contém ainda chaves para identificação de adultos, larvas e ovos.

É um guia para iniciantes: destina-se ao público em geral, a estudantes e a todos os que têm interesse em saber mais sobre anfíbios. Pretende dar a conhecer ao público este extraordinário grupo de animais, que vive no planeta há mais de 395 milhões de anos.

Os anfíbios sobreviveram a vários cataclismos, mas muitas espécies enfrentam hoje risco de extinção, em parte devido à ação humana. Dar a conhecer estes animais é um passo importante para sensibilizar para a sua conservação.

Entre os anfíbios incluídos no guia estão: uma subespécie de Salamandra-de-pintas-amarelas (Salamandra salamandra crespoi), que é endémica do sul de Portugal e ocorre quase exclusivamente no Algarve; e a rã-de-focinho-pontiagudo (Discoglossus galganoi) que é, entre as espécies que se encontram no Algarve, a que apresenta um estatuto de conservação mais preocupante, classificada como «quase ameaçada» no Livro Vermelho dos Vertebrados de Portugal.

Esta é a segunda edição de um livro lançado originalmente pelo professor João Santos em 2002.

Foram utilizados como base os textos originais de João Santos, fundador e sócio nº 1 da Associação Almargem e grande defensor do património ambiental e cultural do Algarve.

A Almargem atualizou os textos originais, ampliou-os com mais informação e com novas fotografias e renovou o design do livro.

A revisão foi feita pelo biólogo Luís Guilherme Sousa, mestre em Biologia da Conservação pela Universidade de Évora, que tem trabalhado no estudo da ecologia e conservação de répteis e anfíbios em Portugal.

O Guia Anfíbios do Algarve terá o custo de 8 euros e estará à venda durante o festival, no stand da Almargem, entre os dias 1 e 5 de outubro.

Poderá também ser comprado no site ou na sede da Almargem, em Loulé, a partir de 6 de outubro.