Algarve e Andaluzia juntos para reciclar sabonetes de hotelaria

  • Print Icon

Sabonetes e resíduos da hotelaria procuram nova vida ao abrigo da agenda regional de economia circular.

Liderado pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve, este projeto visa conhecer as quantidades de resíduos de sabonete e de outros tipos de resíduos (tais como os biorresíduos, os resíduos têxteis, os móveis e eletrodomésticos) que resultam da atividade hoteleira, tentando identificar parceiros no tecido empresarial da região que demonstrem interesse em valorizar esses resíduos e/ou produtos, promovendo um modelo de negócio inovador que integre o seu potencial de circularidade.

Dadas as características comuns entre a região do Algarve e da Andaluzia, considerou-se vantajosa a adoção de uma estratégia comum, em particular com a província de Huelva, pelo que foram estabelecidos contactos de parceria com a Diputación Provincial de Huelva.

Assim, no âmbito da agenda regional para a economia circular, surgiu em 2018 o projeto Economia Circular e Resíduos de Sabonetes de Hotelaria (ECRESHOT), associado ao programa Interreg VA España-Portugal (POCTEP), que apoia e promove projetos de cooperação transfronteiriça com o apoio da União Europeia.

Como um dos objetivos subjacentes ao ECRESHOT é o reforço da competitividade das PME, foi estendida a parceria na área empresarial/associativismo com o NERA- Associação Empresarial da Região do Algarve.

Espera-se, que no final do projeto, a par do contributo do sector do turismo para a agenda regional da economia circular no Algarve, conhecer a quantidade de resíduos produzida, atingir um nível elevado de separação e transporte para destino adequado e promover a sua valorização.

Pretende-se incentivar a criação de novas empresas de gestão de resíduos, e/ou a reconversão de outras já existentes no mercado, de forma a promover a responsabilidade ambiental e social da hotelaria e dos operadores de gestão de resíduos intervenientes no processo, na região do Algarve e da Andaluzia.

Um dos produtos deste projeto, é a criação da página na Internet, na qual se encontra informação sobre os parceiros e os produtos do projeto ECRESHOT, e ainda sobre os eventos que decorrem na região relacionados com a agenda regional de transição para a economia circular, coordenada pela CCDR Algarve.

Este é um projeto participativo, e como tal, «é essencial o contributo dos agentes da hotelaria e alojamento, bem como dos operadores de gestão de resíduos da região», informa hoje a CCDR Algarve em comunicado.

Para se conhecer os dados quanto à quantidade, tipologia e encaminhamento dado aos resíduos durante o ano de 2019 na região do Algarve, foi preparado um questionário que está disponível para preenchimento na plataforma.