Vigilância costeira da GNR deteta movimentos suspeitos em Vila do Bispo

  • Print Icon

Acabaram por ser identificados sete indivíduos espanhóis.

A Unidade de Controlo Costeiro da GNR, através do Subdestacamento de Controlo Costeiro de Portimão, detetou no sábado, dia 9 de outubro, com recurso ao Sistema Integrado de Vigilância, Comando e Controlo (SIVICC), movimentos suspeitos de uma embarcação marítima, em Vila do Bispo.

Tudo aconteceu no decorrer de uma ação de vigilância da fronteira marítima nacional e europeia. Os militares da Guarda detetaram uma embarcação suspeita que se aproximava da costa algarvia, em direção à Praia de Cabanas-Velhas.

No decorrer da monitorização da embarcação e após um varrimento de área com uma câmara de visão noturna – OPAL -, foram também detetados movimentos de vários indivíduos no areal, os quais transportavam um grande volume de objetos para o interior da embarcação.

GNR Vila do Bispo

No seguimento das diligências policiais, os militares da Guarda deslocaram-se para o local, tendo abordado e identificado sete indivíduos de nacionalidade espanhola e apreendido uma embarcação, 1500 litros de gasolina armazenados em 52 jerricans, dois telefones satélite, uma arma branca e quatro viaturas. Foi ainda detido um indivíduo por posse de arma proibida. Foi elaborado auto de notícia e os factos foram remetidos para o Tribunal Judicial de Lagos.

O SIVICC visa garantir a deteção, localização e identificação de ameaças no mar territorial, orla costeira e fronteira externa marítima da União Europeia. Já a Unidade de Controlo Costeiro é a unidade especializada responsável pelo cumprimento da missão da Guarda em toda a extensão da costa e no mar territorial, com competências específicas de vigilância, patrulhamento e interceção terrestre ou marítima em toda a costa e mar territorial do continente e das Regiões Autónomas, competindo-lhe, ainda, gerir e operar o SIVICC.