UAlg passa a integrar Universidade Europeia dos Mares

  • Print Icon

Academia algarvia junta-se a outras oito universidades.

A proposta da Universidade Europeia dos Mares (SEA-EU), coordenada pela Universidade de Cádis, foi avaliada positivamente, obtendo o apoio e financiamento de 14.400 euros da Comissão Europeia (ERASMUS+) para mais quatro anos, incorporando três novos parceiros, entre os quais a Universidade do Algarve (UAlg).

A proposta agora aprovada, SEA-EU 2.0, conseguiu a renovação da aliança, o que é «um sucesso para todo o consórcio», agora oficialmente formado por nove universidades: Universidade de Cádis, que continua como coordenadora, Universidade da Bretanha Ocidental (França), Universidade de Kiel (Alemanha), Universidade de Gdansk (Polónia), Universidade do Algarve (Portugal), Universidade de Nápoles Parthenope (Itália) e Universidade de Nord (Noruega).

A Universidade Europeia dos Mares conseguiu renovar este selo e o financiamento através de uma proposta intitulada «SEA-EU FOR ALL», uma evolução do que a Aliança tem vindo a desenvolver nos seus três primeiros anos de vida, desde 2019, quando embarcou no caminho para a transformação do Ensino Superior, através de um «Super Campus» formado até agora por seis universidades.

Este campus transnacional, agora com nove universidades e mais de 20 cidades envolvidas, acolhe mais de 150 mil estudantes e 18 mil colaboradores que irão beneficiar dos objetivos que estão no centro desta proposta: «mais mobilidade para todos, inclusão, multilinguismo e desenvolvimento pessoal e profissional, disponíveis devido a uma ampla rede de recursos compartilhados».

Nas suas primeiras declarações sobre o assunto, o reitor da Universidade do Algarve, Paulo Águas, considera que «o projeto de criação das Alianças das Universidades Europeias marcará o futuro do ensino superior no espaço europeu, assim como na UAlg».

A nível regional, a SEA-EU conta também com os seguintes parceiros efetivos: Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve (CCDR Algarve); Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL); Docapesca – Portos e Lotas; Centro de Ciências do Mar (CCMAR); Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA); Associação para uma Aquacultura Sustentável e Inteligente (S2AQUA) – Laboratório Colaborativo; Centro Ciência Viva do Algarve (CCV Algarve); Associação de Ciências Marinhas e Cooperação (SCIAENA); Águas do Algarve e Região de Turismo do Algarve (RTA).