Tijolo simboliza campanha pelo direito à habitação em Olhão

  • Print Icon

Câmara Municipal de Olhão recebeu esta semana representantes da EAPN Portugal – Rede Europeia Anti Pobreza.

A visita foi motivada por mais uma campanha promovida por esta instituição a nível nacional, com o objetivo de chamar a atenção do público em geral e do poder político em particular, nomeadamente das autarquias, para a necessidade premente de fazer cumprir o direito fundamental à habitação consagrado na Constituição.

Nesse sentido, Elsa Parreira, vereadora com o pelouro da Habitação e vice-presidente da Câmara Municipal de Olhão, recebeu um tijolo impresso com o apelo ao cumprimento do artigo 65.º da Constituição, «uma forma simbólica de lançar a primeira pedra da construção de respostas mais eficazes de acesso a uma habitação digna, pois é na população com menos rendimentos que a dificuldade em conseguir uma habitação se agudiza», segundo o representante do Núcleo Distrital de Faro da EAPN, João Calão.

Olhão - Habitação

A entrega simbólica do tijolo visa ainda «desejar a todos os autarcas um mandato profícuo, que consiga contemplar as necessidades de todos os cidadãos».

«A problemática da habitação e do seu acesso é complexa e a sua resolução envolve múltiplos setores da sociedade, do público ao privado, do nacional ao local», referiu na ocasião Elsa Parreira, que sublinhou «o papel primordial que esta questão ocupa nas prioridades deste executivo, que pretende continuar a materializar as suas competências no que diz respeito à garantia dos olhanenses à habitação, seja através do parque habitacional municipal, seja através da oferta de fogos construídos a custos controlados».