Terra de Maio leva balão de ar quente, concertos e gastronomia ao Azinhal

  • Print Icon

Terra de Maio regressa três anos depois da última edição, com um vasto programa.

A aldeia de Azinhal, no concelho de Castro Marim, volta a receber de 27 a 29 de maio o evento Terra de Maio, depois de três anos de interregno. Será um regresso «com mais força e maior dinamismo, sempre com a divisa da promoção e incremento da Cabra de Raça Algarvia e os saberes e sabores a ela associados», garante a organização.

Nesta edição da Terra de Maio, que decorrerá no Pavilhão Multiusos de Azinhal, os visitantes poderão andar num balão de ar quente, fabricar queijo artesanal, experimentar a arte da ordenha ou ainda praticar equitação.

O evento esforça-se por apresentar um diversificado leque de atividades articuladas com os valores do interior e da região, bem como trazer ao recinto os sabores do mundo rural, quer nas tasquinhas de gastronomia, quer em provas de vinho e showcookings que vão animar os três dias de Terra de Maio.

Destaque para as demonstrações da Escola de Hotelaria e Turismo de Vila Real de Santo António, no dia 27 maio, às 18h30, e dos chefs Noélia jerónimo (28 maio, às 17h00), Leonel Pereira (29 maio, às 16h30) e Ricardo silva (29 maio, às 18h00).

Espaço ainda para uma apresentação de vinhos do Algarve, dinamizada pela Comissão Vitivinícola do Algarve, no dia 27 maio, às 19h00.

Ainda na área da gastronomia, uma das grandes apostas do certame passa pela 4ª edição do «Maior Queijo de Cabra de Raça Algarvia», que acontece no dia 28 de maio, às 18h00.

Este foi um desafio proposto pelo município de Castro Marim à ANCCRAL (Associação Nacional dos Criadores de Caprinos de Raça Algarvia) e resultará num queijo fresco com aproximadamente 40 quilos e 80 centímetros de diâmetro, para o qual serão necessários cerca de 170 litros de leite.

Haverá ainda animação musical que ficará a cargo de Némanus, no dia 28 de maio, às 22h00, e dos IRIS, no dia 29 de maio, às 19h00.

E num território onde a cultura algarvia se funde com a andaluza, também subirá ao palco a música castelhana. Destaque também para a peça de teatro «É disto que a minha Maria gosta», do Centro e Cultura e Desporto do Trabalhadores da Câmara Municipal, que vai estrear no dia 27 de maio, às 21h00.

No sábado, dia 28 de maio, a manhã é dedicada a um seminário «que vai trazer importantes contributos em relação aos diferentes enquadramentos na criação de raças autóctones», com a participação da Direção-Geral de Alimentação e Veterinária, da Direção Regional de Agricultura e Pescas do Algarve e do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas.

Também integrado no evento, o 3º Encontro de Motorizadas, chama ao certame os amantes de motorizadas, no domingo, 29 de maio, às 9h00, com saída do largo do Mercado, numa organização da Associação Recreativa e Cultural do Azinhal.

Na mesma manhã, decorre uma caminhada, aberta a todos os interessados, com partida da Casa do Povo do Azinhal.

A exposição de «Raças Autóctones: Cabra de Raça Algarvia, Ovelha Churra e Vaca de Raça Algarvia», a exposição de «Artefactos Agrícola e do Mundo Rural» e a Queijaria do Centro Multiusos, em permanente funcionamento, são outros fatores de atratividade desta Terra de Maio, um evento cujo objetivo passa por «promover produtos locais e regionais resultantes das atividades ligadas à agricultura e à criação de gado, bem como as próprias atividades em si, e também aumentar o volume de vendas através da comercialização direta».

A Terra de Maio é uma organização da Câmara Municipal de Castro Marim e Junta de Freguesia de Azinhal, com a colaboração da Escola de Hotelaria e Turismo de Vila Real de Santo António, Associação Nacional de Criadores de Caprinos de Raça Algarvia (ANCCRAL), Direção Regional de Agricultura e Pescas do Algarve, Direção-Geral da Alimentação e Veterinária, Comissão Vitivinícola do Algarve, marca Natural.pt, Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), Associação Odiana, Casa do Povo de Azinhal, Associação Recreativa e Cultural de Azinhal e CCD da Câmara Municipal de Castro Marim.