Tavira: Prisão preventiva para suspeito de atear incêndio florestal

  • Print Icon

Um homem de 42 anos foi detido pela GNR em flagrante delito a atear fogo numa zona florestal do concelho de Tavira, no dia 25 de junho, sábado.

O suspeito foi apanhado no seguimento de um alerta a dar conta de um foco de incêndio junto à Estrada Nacional 125, em Tavira.

Os militares da GNR deslocaram-se para o local, onde apuraram que o incêndio tinha sido ateado por um indivíduo que, de seguida, se colocou em fuga. Após diligências policiais, foi possível detetar e intercetar o suspeito, que entretanto já tinha iniciado mais um foco de incêndio e preparava-se para deflagrar o terceiro na zona, motivo pelo qual foi detido em flagrante.

No decorrer da ação foi ainda apreendido o isqueiro utilizado. O detido foi constituído arguido e foi ontem, segunda-feira, dia 27 de junho, presente ao Tribunal Judicial de Tavira, onde lhe foi aplicada a medida de coação de prisão preventiva, tendo sido encaminhado para o Estabelecimento Prisional de Olhão.