Suspeito de violência doméstica em São Brás fica com pulseira eletrónica

  • Print Icon

Tribunal proibiu suspeito de contactar com a vítima.

O Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) da GNR de Faro deteve ontem, quinta-feira, dia 24 de março, um homem de 35 anos por violência doméstica, no concelho de São Brás de Alportel.

Os militares da Guarda, no seguimento de uma investigação por violência doméstica, apuraram que «o suspeito agrediu e injuriou a vítima, sua companheira de 38 anos». Mesmo após o fim da relação, o homem «continuou reiteradamente a perseguir a vítima», explica a GNR.

No decorrer das diligências policiais, foi dado cumprimento a um mandado de busca domiciliária que resultou na apreensão de três espingardas de caça, uma carabina, diversas munições e uma catana.

O detido foi constituído arguido e presente ao Tribunal Judicial de Faro, onde lhe foram aplicadas as medidas de coação de proibição de contacto com a vítima e controlo por pulseira eletrónica.