Sofia Escobar atua com professores do Conservatório de Música de Loulé

  • Print Icon

Sofia Escobar, a internacionalmente aclamada cantora, vai juntar-se a um ensemble de nove docentes do Conservatório de Música de Loulé Francisco Rosado para um concerto inédito.

O concerto está marcado para amanhã, sábado, dia 24 de outubro, às 21h30 no Cineteatro Louletano, é uma encomenda daquele equipamento cultural e um um dos momentos musicais mais aguardados desta temporada.

Assim, a Sofia Escobar juntar-se-à um coletivo musical composto por Luís Lopo (arranjos e direção), Sérgio Leite (piano), Rui Mourinho (guitarra), Rui Travasso (clarinete), João Lourenço (flauta transversal), José Gomes (violino), André Fresco (viola arco), Bárbara Santos (violoncelo) e Vasco Ramalho (percussão).

O concerto, inserido no ciclo programático «O Longe é Aqui», segue-se ao encontro, também integrado na mesma rubrica, que juntou Jorge Palma com o Trio de Jazz de Loulé, evento que marcou a comemoração do Dia Mundial da Música.

Sofia Escobar é uma das cantoras mais conhecidas em Portugal. Nasceu em 1981, em Guimarães, e no final do curso, no Conservatório do Porto, onde estudou canto clássico, decidiu arriscar tudo e pediu um empréstimo para poder estudar canto e representação na Guildhall School of Music and Drama, uma das mais conceituadas escolas de artes europeias.

Mais tarde, conseguiu o papel de atriz suplente para a personagem principal de «O Fantasma da Ópera», peça de Lloyd Webber, onde assumiu o papel principal.

Ganhou o prémio para «Melhor Atriz num Musical» nos Whatsonstage Theatregoer’s Choice Awards e foi nomeada na mesma categoria nos Laurence Olivier Awards pela sua performance em West Side Story.

Foi jurada do Got Talent Portugal entre 2015 e 2016.

Atualmente divide a sua vida entre Londres, Madrid e Lisboa.

O Conservatório de Música de Loulé – Francisco Rosado, inaugurado em setembro de 2018, é a primeira escola pública de ensino de Música a Sul de Lisboa e é o reflexo de uma aposta vincada da autarquia louletana nas áreas da Educação e da Cultura, estando instalado no emblemático (agora reabilitado) edifício do Solar da Música Nova.

Tem diversas classes de conjunto entre coro, orquestras de cordas, de guitarras e de madeiras, ensembles de percussão, metais e sopros, música antiga, acordeão e piano, computando um total de 250 alunos e 35 docentes, com direção de Sérgio Leite.

No concerto, a lotação será limitada e sujeita ao uso obrigatório de máscara, de acordo com as regras de higiene e segurança da Direção-Geral de Saúde (DGS).

O Cineteatro é uma estrutura cultural no domínio das artes performativas da Câmara Municipal de Loulé, integrado na Rede Azul – Rede de Teatros do Algarve e na Rede 5 Sentidos.