Semana da Mobilidade: Olhão já tem bicicletas elétricas partilhadas

  • Print Icon

A tertúlia «Olhão – Mobilidade e Acessibilidades» abriu hoje a Semana Europeia da Mobilidade no concelho olhanense.

Antes disso, na sessão de abertura, o presidente da autarquia, António Miguel Pina, referiu-se à mobilidade como «um dos desafios mais importantes que as cidades enfrentam no século XXI».

O painel da tertúlia, moderado pela vereadora do Urbanismo, Catarina Poço, foi constituído por Carlos Lobo, antigo secretário de Estado dos Assuntos Fiscais e professor Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, que abordou as implicações da mobilidade na economia.

Por sua vez, Fátima Catarino, vice-presidente da Região de Turismo do Algarve, debruçou-se sobre o projeto Algarve For All, que visa a promoção do turismo acessível e de inclusão social.

Já Manuela Rosa, professora coordenadora da Universidade do Algarve, falou aos presentes sobre mobilidade sustentável, nomeadamente no que diz respeito à implementação de boas práticas de mobilidade rodoviária.

Por fim, a conversa contou, também, com a Chefe de Divisão de Gestão Urbanística do Município de Olhão. Ana Frade abordou a temática do planeamento das questões da mobilidade, com destaque para o peso da questão nas requalificações previstas na criação das novas ciclovias e para o cumprimento do Regime das Acessibilidades.

Este dia ficou, também, marcado pela chegada à cidade das bicicletas partilhadas elétricas e pela inauguração de uma exposição de automóveis acidentados, que se encontra patente em vários locais da cidade.

No Jardim Pescador Olhanense, o vereador com o pelouro da Mobilidade, Ricardo Calé, teve, também oportunidade de apresentar duas das iniciativas que vão permanecer ao longo de toda a semana: a Escola de Trânsito, um projeto dedicado às crianças promovido pela Polícia Municipal, e o stand de exposições, que conta com espaços dos parceiros do Município nesta Semana da Mobilidade.

Até à próxima sexta feira, o concelho de Olhão vai receber um conjunto vasto de iniciativas para todos os públicos, onde a mobilidade e a acessibilidade são o denominador comum. O programa, que procura envolver entidades dos mais diversos quadrantes, decorre em vários espaços, como o Jardim Pescador Olhanense, o Porto de Recreio, ou o Auditório Municipal.