São Brás lamenta o falecimento do jovem Gonçalo Assunção

  • Print Icon

Gonçalo Assunção tinha 24 anos.

A Câmara Municipal de São Brás de Alportel, por aprovação unânime do executivo municipal em reunião de câmara de 11 de maio, emitiu um voto de pesar pelo falecimento do jovem Gonçalo Assunção, de 24 anos, natural do concelho.

«Neste momento de imensa dor, o município São Brás de Alportel manifesta o mais profundo pesar pelo falecimento do jovem são-brasense Gonçalo Assunção e, em nome de toda a comunidade são-brasense, endereça aos seus familiares e amigos as mais sinceras condolências e fraterna solidariedade», pode ler-se no voto.

«Foi com um profundo sentimento de consternação e tristeza» que o executivo municipal de São Brás de Alportel tomou conhecimento do falecimento do jovem são-brasense Gonçalo Assunção.

«Um jovem, com 24 anos, com um percurso exemplar, amigo de todos, de sorriso aberto…um valor promissor no desporto, com atitude de campeão, sempre com objetivos definidos e um punhado de sonhos por concretizar», referem os responsáveis municipais.

«A sua precoce partida da pista da vida deixa na sua terra e na sua comunidade um ensurdecedor silêncio e um enorme vazio», lê-se no documento.

Gonçalo Assunção foi desde cedo uma forte promessa do mundo do automobilismo. Iniciou o seu percurso desportivo desde tenra idade nos Karts, evoluindo em 2017 na sequência do curso de Navegadores da Rallye School Algarve para navegador do piloto Jaime Falcão, prosseguindo depois para navegador do louletano Luís Nascimento.

De elevada capacidade técnica e perícia automotora, Gonçalo Assunção foi convidado por João Monteiro, ex-campeão regional, para a sua equipa.

Uma parceria de sucesso que teve continuidade em 2019 com a vitória de todas as provas, nos ralis de terra, em duas rodas motrizes, sagrando-se campeão regional do sul.

Em 2020, Gonçalo Assunção passou a navegador de uma viatura de quatro rodas motrizes, fazendo dupla com Rui Rijo, com duas saídas bastante competitivas em Castelo Branco e Vila do Bispo, competição que parou devido à pandemia.

«Um desportista que elevou aos mais altos palmarés o nome de São Brás de Alportel, constituindo o seu falecimento uma perda irreparável para o desporto automobilista na região e no país…e acima de tudo na comunidade que perdeu um maravilhoso ser humano, um jovem de coração bom», lamenta a autarquia.

«Em nome da comunidade são-brasense», o Município de São Brás de Alportel presta «reconhecida homenagem a Gonçalo Assunção, pelo seu relevante percurso de exemplar cidadão e promissor desportista, eterno campeão!».

O barlavento manifesta profundo pesar e endereça as suas mais sentidas condolências à família e amigos de Gonçalo Assunção.