Refeitório Social Escolar de São Brás apoia alunos e famílias vulneráveis

  • Print Icon

Serão disponibilizadas, diariamente, perto de duas centenas de refeições, «para que não falte à mesa das crianças são-brasenses a refeição condigna».

O município de São Brás de Alportel, em parceria com o Agrupamento de Escolas José Belchior Viegas e atendendo ao agravamento da situação epidemiológica nacional que levou ao encerramento das escolas, deu início a todos os procedimentos para reativar o Refeitório Social Escolar, numa medida de apoio alimentar essencial durante a pausa letiva presencial, para ajudar as crianças e as famílias mais vulneráveis do concelho.

Lançada numa primeira edição na pausa letiva presencial de março de 2020, a iniciativa será retomada e reforçada, prevendo-se um crescente numero de famílias a necessitar desta ajuda dado o contexto de crise económica e social.

Para além das crianças e jovens que beneficiam de ação social escolar (escalões A e B), esta medida abrange também outras crianças, jovens e familiares oriundos de agregados familiares com vulnerabilidade social, mediante encaminhamento por parte dos Serviços Sociais, num esforço logístico e financeiro assumido pelo município, dando prioridade à proteção das crianças e à promoção da sua saúde e bem estar.

Para prestar apoio alimentar em regime de take away, estão em funcionar dois refeitórios diferentes, para evitar concentração de pessoas nos pontos de entrega das refeições: na Escola Básica EB1/JI de São Brás de Alportel e na Escola Secundária José Belchior Viegas.

Os serviços do município farão entrega das refeições ao domicílio caso seja necessário, «para que nenhuma criança fique sem acesso a alimentação».