São Brás «aqueceu» Consoada de várias famílias com cabazes solidários

  • Print Icon

Cabaz Solidário da Consoada chegou a 350 lares são-brasenses.

O objetivo que todos os anos norteia a distribuição destes cabazes passa por «proporcionar a todos um Natal digno, fraterno e feliz, onde à mesa não falte o pão, nem a paz ao coração», explica o município de São Brás de Alportel.

O Cabaz Solidário da Consoada chega a centenas de famílias da comunidade, no âmbito do trabalho de intervenção social que é desenvolvido ao longo do ano junto dos agregados familiares com vulnerabilidades sociais e económicas. A iniciativa é promovida, em parceria, pela Câmara Municipal e pela Junta de Freguesia de São Brás de Alportel, entidades coordenadoras da Plataforma Local de Ajuda Alimentar, que tem a sua sede na Loja Social de São Brás de Alportel, com a colaboração de todos os parceiros da plataforma – núcleo local da Cáritas, Exército de Salvação, CCD – Centro de Cultura e Desporto dos Trabalhadores da Câmara Municipal e Junta de Freguesia, Santa Casa da Misericórdia de São Brás de Alportel e núcleo local do CASA.

Neste ano de dificuldades acrescidas por causa da pandemia, a plataforma reforçou a sua dinâmica para chegar a mais famílias, levando mais bens essenciais e ajudando também mais crianças. É que, para além dos alimentos e bens essenciais, as famílias recebem também, discretamente, presentes para os mais pequenos, adequados às suas idades e preferências.

Esta ação solidária conta com o acolhimento do projeto «Anjinhos de Natal», graças à colaboração empenhada do núcleo local do Exército de Salvação, que conta «com a generosidade de um conjunto de grupos algarvios de beneficência». Na edição deste ano, o Grupo de Golfe dos Pinheiros Altos foi o grupo que apadrinhou esta iniciativa, tendo adquirido 184 prendas para crianças e jovens são-brasenses.

Ainda num 2020 atípico, a pandemia impossibilitou a realização do tradicional Jantar Solidário de Reis, organizado anualmente pela Câmara Municipal e pela Junta de Freguesia há uma década, com o apoio de muitas entidades e empresas do concelho, mediante doação de todos os alimentos e com a participação de vários voluntários. Ainda assim, as autarquias mantiveram o espírito da iniciativa e entenderam agradecer a generosidade das empresas locais que têm colaborado ao longo de todos estes anos, através da aquisição direta, a um maior número de estabelecimentos locais, dos alimentos que compuseram, nesta edição, o Cabaz Solidário da Consoada.