Resistência são o primeiro nome confirmado para o cartaz da FATACIL

  • Print Icon

FATACIL regressa entre os dias 19 e 28 de agosto.

A Feira de Artesanato, Turismo, Agricultura, Comercio e Industria de Lagoa (FATACIL) está de volta após um interregno de dois anos, devido à COVID-19, contando com a atuação da banda Resistência no dia 26 de agosto, às 22h00.

Esta é uma edição que já está a ser preparada «a todo o gás» pelo município, com o objetivo de ser «a melhor FATACIL de sempre».

O cartaz, já definido, conta no dia 26 de agosto com a atuação «de uma das mais emblemáticas formações da música Portuguesa, da primeira metade dos anos 90, responsável por alguns inesquecíveis sucessos».

Os Resistência foram um projeto fundado por Pedro Ayres Magalhães, Fernando Cunha, Tim e Miguel Ângelo, que consistiu na união de esforços entre vários músicos, provenientes de diversas bandas, que em conjunto adaptaram temas trazidos por eles, em versões mais acústicas, «tendo atingido um sucesso que ninguém imaginava que pudessem vir a atingir».

A banda suspendeu atividade em 1995, tendo regressado em 2012, ainda que apenas para assinalar os vinte anos da estreia ao vivo. Regressaria à atividade permanente em 2013, prometendo «grandes surpresas» durante as suas atuações marcadas para o ano 2022, onde se inclui Lagoa.

O município acredita, de resto, que a noite em que a banda atua será «uma das grandes noites da edição de 2022 da FATACIL, trazendo muitos visitantes que irão procurar reviver os grandes êxitos dos anos 90».

Luís Encarnação, presidente da Câmara Municipal, afirma que «estamos a preparar a FATACIL 2022 com o objetivo de a tornar esta edição a melhor de sempre. Só desta forma podemos retomar o nosso maior evento e garantir que será um sucesso. O cartaz está fechado e trará atuações para todos os gostos e idades».