Quarteira desafia população a participar em duas grandes requalificações

  • Print Icon

A Junta de Freguesia de Quarteira convida a comunidade a participar de forma ativa no processo de requalificação de duas das principais artérias da cidade: a Rua 25 de Abril e a Avenida Infante de Sagres

Sob o mote «Quarteira Participa – Somos todos responsáveis pelo local onde vivemos», a população é convidada a ser interveniente ativa neste processo participativo, onde a palavra de todos conta.

De forma simples e prática, todos os interessados em colaborar ativamente nesta iniciativa, são convidados a enviar as suas sugestões, ideias e opiniões, através de mensagem privada para a página de Facebook da autarquia ou através de email (secretariado@jf-quarteira.pt).

Para Telmo Pinto, presidente daquela autarquia, «o objetivo é dar mais dignidade a estas importantes artérias. Melhorar o aspeto visual, aumentar as condições de segurança quer a nível pedonal, quer a nível automobilístico, não esquecendo a importância da parte ambiental. No fundo, criar melhores condições e mais mobilidade para todos».

«E qual a melhor forma de o fazer? É sem dúvida dar voz a todos os intervenientes, todos os que vivem nesta freguesia», acrescenta o autarca.

A Avenida Infante de Sagres e respetivas artérias secundárias, entre a Rosa Branca e início do Calçadão, bem como a Rua 25 de Abril, irão beneficiar de uma intervenção de fundo, com o objetivo de garantir uma maior mobilidade quer a nível pedonal, quer a nível automobilístico, um aumento de zonas de estacionamento e alargamento do espaço destinado aos peões, a criação de novos espaços verdes e de lazer e a renovação profunda das infraestruturas enterradas nestas áreas (águas, esgotos, eletricidade e telecomunicações).

Telmo Pinto remata que «Estas serão duas das várias intervenções que se vão realizar na freguesia, para a consolidação de um ambiente urbano mais qualificado. As sugestões e ideias são sempre bem-vindas, pois só assim, com um trabalho de equipa, conseguimos dignificar e melhorar».