Produto Interno Bruto do Algarve valeu 8.706 milhões em 2020

  • Print Icon

Contas regionais refletem o fortíssimo impacto da pandemia com uma diminuição do Produto Interno Bruto do Algarve em 16,7 por cento.

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve disponibilizou mais uma edição do Números em Destaque, desta vez dedicado às Contas Regionais de 2020.

Este boletim surge na sequência da disponibilização no dia 15 de dezembro dos dados consolidados de 2019 e os provisórios de 2020 das Contas Regionais pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), apresentando uma análise sintética e a evolução de um conjunto de indicadores que traduzem globalmente o panorama macroeconómico da região.

Como se aguardava as contas regionais refletem o fortíssimo impacto da pandemia com uma diminuição do Produto Interno Bruto (PIB) regional em 16,7 por cento, em termos homólogos, e diminuindo o peso relativo do PIB da região em relação ao país de 4,8 para 4,4 por cento, confirmando as consequências do choque externo causado pela pandemia, que abalou a economia mundial e, em diferentes intensidades, os países e as regiões, com especial reflexo no Algarve por ter uma base económica quase exclusivamente dependente do Turismo.

Para a contração real do PIB no Algarve contribuiu significativamente o decréscimo do Valor Acrescentado Bruto (VAB) dos ramos do comércio, transportes e alojamento e restauração, atividades com relevância fundamental na estrutura produtiva da Região e muito afetadas pela diminuição da atividade turística associada às restrições impostas pela pandemia da COVID-19.

A publicação pode ser lida aqui.