Portugal com maior número de novos casos diários desde fevereiro

  • Print Icon

Portugal teve nas últimas 24 horas mais 1.350 casos confirmados de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, o número diário mais alto desde fevereiro, e mais seis pessoas morreram com COVID-19, segundo a Direção-Geral da Saúde.

O boletim epidemiológico de hoje regista mais cinco pessoas internadas com covid-19 nas últimas 24 horas, com o total de pessoas internadas a subir para 351, das quais 83 em unidades de cuidados intensivos, onde entraram mais quatro doentes.

Desde 24 de fevereiro, quando se registaram 1.480 contágios, que o número de novos casos de infeção não era tão alto.

A maior parte dos novos casos de infeção (928) foi diagnosticada na região de Lisboa e Vale do Tejo, onde também ocorreram os seis óbitos de pessoas com COVID-19.

Na região do Algarve o boletim de hoje revela que foram registados 90 novos casos, acumulando-se 22.779 infeções e 364 mortos.

As autoridades de saúde contam mais 755 casos ativos, um número diário mais de oito vezes superior ao verificado na terça-feira, num total de 26.428, enquanto 589 pessoas foram dadas como recuperadas, totalizando 817.092 desde os primeiros casos de infeção.

O número de contactos em vigilância aumentou em 82 nas últimas 24 horas e atinge agora 32.287 pessoas.

Desde o início da pandemia, em março de 2020, morreram em Portugal 17.055 pessoas com covid-19 e foram registados 860.395 casos de infeção.

O índice nacional de transmissibilidade (Rt) do coronavírus SARS-CoV-2 situa-se em 1,12 e a incidência de casos de infeção por 100.000 habitantes está em 91.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo contam-se até agora 327.969 casos de infeção e 7.233 mortes com covid-19.

A região Norte tem hoje 199 novas infeções por SARS-CoV-2, totalizando 342.810 casos de infeção e 5.360 mortes desde o início da pandemia.

Na região Centro registaram-se mais 85 casos, acumulando-se 120.691 infeções e 3.025 mortos.

No Alentejo foram assinalados mais 30 casos, totalizando 30.500 infeções e 971 mortos desde o início da pandemia.

A região Autónoma da Madeira registou dois novos casos, totalizando 9.803 casos e 69 mortes com covid-19 desde março de 2020.

Os Açores têm hoje 16 novos casos e contabilizam 5.843 casos e 33 mortos desde o início da pandemia.

As autoridades regionais dos Açores e da Madeira divulgam diariamente os seus dados, que podem não coincidir com a informação divulgada no boletim da DGS.

O novo Coronavírus já infetou em Portugal pelo menos 468.559 mulheres e 391.437 homens, mostram os dados da DGS, segundo os quais há 399 casos de sexo desconhecido, que se encontram sob investigação, uma vez que esta informação não é fornecida de forma automática.

Do total de vítimas mortais, 8.956 eram homens e 8.099 mulheres.

O maior número de óbitos continua a concentrar-se nos idosos com mais de 80 anos, seguidos da faixa etária entre os 70 e os 79 anos.

Índice de transmissibilidade sobe para 1,12 e incidência aumenta para 91

O índice nacional de transmissibilidade (Rt) do coronavírus SARS-CoV-2 subiu de 1,09 para 1,12 e a incidência de casos de infeção por 100.000 habitantes subiu de 84,5 para 91, foi hoje divulgado.

De acordo com o boletim epidemiológico conjunto da Direção-Geral da Saúde (DGS) e do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), o Rt em Portugal continental é ligeiramente superior, com uma subida de 1,1 para 1,13.

A taxa de incidência a 14 dias em Portugal continental subiu hoje para 90,5. Na segunda-feira a taxa era de 83,4.

Os dados do índice de transmissibilidade e da incidência a 14 dias são atualizados à segunda-feira, quarta-feira e sexta-feira.

Estes indicadores – o índice de transmissibilidade do vírus e a taxa de incidência de novos casos de COVID-19 – são os dois critérios definidos pelo governo para avaliar o processo de desconfinamento iniciado a 15 de março.