Portimão reabre abrigo para pessoas em condição de sem-abrigo

  • Print Icon

Portimão volta a permitir pernoita em abrigo com conforto a pessoas em situação de sem-abrigo.

O município de Portimão volta a disponibilizar a partir desta quinta-feira, 23 de dezembro, um abrigo temporário com capacidade para dez pessoas em situação de sem-abrigo, que funcionará durante o período de tempo frio no antigo Centro de Saúde localizado na Avenida São João de Deus e integrado no Parque de Saúde da Santa Casa da Misericórdia local.

A medida tem vindo a ser implantada desde 2020 no âmbito do trabalho desenvolvido pelo Grupo de Trabalho para a Problemática da Pessoa em Situação de Sem-Abrigo de Portimão, encontrando-se a estrutura preparada para acolher oito homens e duas senhoras, com funcionamento diário entre as 20h00 e as 9h00, estando o período de acolhimento marcado para as 22h00.

Esta ação resulta de um acordo de cooperação entre a Câmara Municipal e várias instituições que integram o Núcleo de Planeamento e Intervenção Sem-Abrigo de Portimão (NPISA):

  • APF – Associação para o Planeamento da Família/Algarve,
  • Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA) – Hospital de Portimão;
  • Cruz Vermelha Portuguesa – Delegação de Portimão;
  • GRATO – Grupo de Apoio aos Toxicodependentes,
  • Junta de Freguesia de Alvor;
  • Junta de Freguesia de Mexilhoeira Grande.
  • Junta de Freguesia de Portimão;
  • MAPS – Movimento de Apoio à Problemática da Sida;
  • Santa Casa da Misericórdia da Mexilhoeira Grande;
  • Santa Casa da Misericórdia de Alvor;
  • Santa Casa da Misericórdia de de Portimão.

Este abrigo temporário complementa um conjunto de ações e medidas realizadas ao longo dos últimos anos em matéria de sinalização, acompanhamento e encaminhamento de pessoas em situação de sem abrigo pelas instituições e serviços de ação social e saúde da autarquia.

Dadas as condições climatéricas severas previstas para os próximos meses, as instituições locais com trabalho desenvolvido junto da população vulnerável do concelho reforçam o seu apoio no que toca à distribuição e fornecimento de agasalhos e refeições quente.