Polícia Marítima deteta cadáver na margem espanhola do Guadiana

  • Print Icon

Polícia Marítima deteta corpo de um homem na margem espanhola do Rio Guadiana.

Os elementos do Comando-local da Polícia Marítima de Vila Real de Santo António (VRSA) detetaram hoje, pelas 15h30, durante uma ação de patrulhamento, o corpo de um homem na margem esquerda do rio Guadiana.

O corpo foi encontrado, já em terra, a cerca de um quilómetro a norte da Ponte Internacional do Guadiana.

Foram de imediato contactadas as autoridades espanholas, que irão tomar conta da ocorrência e transportar o corpo para ser autopsiado, uma vez que o cadáver se encontrava em território espanhol.

Os primeiros indícios apontam para que o homem encontrado seja o pescador moldavo que desapareceu no passado domingo, dia 13 de dezembro, ao largo do Rio Guadiana, junto à Foz de Odeleite, no concelho de Castro Marim.

No local estiveram empenhados os elementos do Comando-local da Polícia Marítima e da Estação Salva-vidas de VRSA, apoiados por uma mota de água e uma embarcação.