PJ detém suspeito de atear fogo em zona rural perto de Faro

  • Print Icon

Rápida intervenção dos Bombeiros evitou que o fogo chegasse às habitações e tecido florestal adjacente.

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Sul, identificou e deteve um homem de 58 anos, suspeito da prática de um crime de incêndio florestal numa zona rural dos arredores de Faro.

Os factos remontam ao dia 4 de setembro, num incêndio que foi prontamente combatido pelos Bombeiros, evitando que se propagasse às habitações e ao tecido florestal adjacente e que tomasse dimensões incomensuráveis, dado o tempo seco e a existência no local de manto vegetal propício à propagação.

O detido será presente à Autoridade Judiciária para realização de primeiro interrogatório judicial e para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.