Pandemia não travou Mercadinho Solidário de São Brás de Alportel

  • Print Icon

O Mercadinho Solidário de São Brás de Alportel sobreviveu à pandemia e teve a sua 11ª edição em formato adaptado, ditado pela necessidade de prevenir o contágio da COVID-19.

O evento, que em 2019 encheu o Largo de São Sebastião e que é assumido, pelo município, desde 2010, como uma montra da solidariedade no concelho e na região, com a participação de um conjunto muito diverso de entidades e projetos, foi deslocado para o Átrio do Cineteatro São Brás, limitado à participação de entidades são-brasenses de cariz solidário.

A Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários, a Paróquia e o Exército de Salvação aceitaram este desafio de 16 a 18 de dezembro, sendo que esta última entidade fechou esta edição com músicas de Natal para presentear todas as pessoas que caminhavam pela Avenida da Liberdade.

Ainda que «tímido», devido às contingências pandémicas, este Mercadinho Solidário é, segundo a Câmara Municipal de São Brás de Alportel, «uma mostra da resiliência das entidades locais, que prosseguem o importante trabalho solidário, para ajudar as famílias que mais precisam, cada vez em maior número, num momento em que a crise fruto da pandemia aumenta as suas vítimas. Um trabalho realizado em rede para conseguir responder mais eficazmente aos que precisam de apoio».