PAN Algarve questiona municípios sobre medidas de proteção dos idosos

  • Print Icon

Partido quer saber o que está a ser feito para combater o isolamento.

O PAN – Pessoas-Animais-Naturesa, através das suas representações nos municípios onde mantém eleitos locais, nas Assembleias Municipais de Albufeira, Faro e Lagos, solicitou mais informações sobre a estratégia das câmaras para garantir a segurança e proteção dos idosos.

Esta ação baseia-se nos dados mais recentes da operação «Censos Sénior», da GNR, que revela que no distrito de Faro existem, neste momento, 3272 idosos a viverem sozinhos ou isolados. Num total de 41868, o Algarve é a terceira região do país com mais pessoas nesta situação.

Margarida Maurício, membro da Assembleia Municipal de Lagos e da Comissão Política Distrital do PAN no Algarve, refere que «no contexto atual de pandemia de COVID-19, a maior parte dos afetados graves são pessoas em idade avançada e que requerem, portanto, cuidados especiais e extraordinários. Neste cenário, é importante reforçar as medidas de proteção e perceber que estratégias os municípios estão a desenvolver nesse sentido».

O PAN Algarve «apela a que os municípios sigam alguns dos melhores exemplos praticados em outras partes do país, como o projeto RADAR, em Lisboa, que visa identificar as pessoas com mais de 65 anos que estão isoladas e perceber em que condições se encontram, que necessidades têm e que respostas precisam para que tenham uma vida mais autónoma e confortável».