Lagos: GNR apreende armamento a suspeito de violência doméstica

  • Print Icon

Um homem de 31 anos foi constituído arguido por violência doméstica, tendo-lhe sido apreendido diverso armamento, em Lagos, ontem, terça-feira, dia 10 de maio.

A operação esteve a cargo do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) da GNR de Portimão. Os militares da Guarda apuraram que o suspeito «ameaçava, injuriava e exercia violência física e psicológica contra a vítima», sua namorada de 20 anos, com quem mantinha um relacionamento amoroso há cerca de três meses.

O agressor, que «também ameaçava e injuriava familiares da vítima, controlava todos os movimentos da mesma, tendo-se verificado um escalar de violência nos últimos tempos», afirma a GNR.

No decorrer das diligências policiais foi dado cumprimento a um mandado de busca domiciliária e a quatro em veículos, que culminaram na apreensão de cinco armas de airsoft, uma pistola de alarme, uma espingarda, uma granada de mão detonada, uma faca ponta-e-mola, um sabre, uma moca, cinco cartuchos, dois invólucros, um cartucho de projétil único, cinco reais, 10 libras inglesas, 630 rupias e 9.650 euros.

O suspeito foi constituído arguido e os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Lagos.