Lagos define «medidas excecionais» nos cemitérios municipais

  • Print Icon

Autarquia vai manter abertos os cemitérios municipais.

A Câmara Municipal de Lagos, decidiu manter os cemitérios municipais abertos entre as 9h00 e as 17h00, embora com medidas excecionais de funcionamento, nos dias 31 de outubro e 1 de novembro (sábado e domingo).

Esta é uma decisão que o município toma «consciente da importância do Dia de Todos os Santos para a comunidade lacobrigense, mas simultaneamente ciente dos perigos da atual conjuntura de pandemia».

Para permitir que a população possa fazer a tradicional visita aos cemitérios para homenagear os seus entes queridos, a autarquia lacobrigense ouviu a Subcomissão Municipal de Proteção Civil e irá implementar uma série de medidas de forma a cumprir todas as normas da Direção-Geral de Saúde para prevenir a disseminação do vírus da COVID-19.

Assim, segundo o procedimento aprovado, o acesso de visitantes será permitido, estando sujeito a uma lotação máxima que é calculada em função da área de cada cemitério. Nesse sentido, o cemitério novo da cidade de Lagos terá uma capacidade máxima calculada de 1250 pessoas, enquanto o cemitério velho apenas comportará 342 pessoas.

No entanto, apenas será permitida a permanência de duas pessoas em simultâneo por cada campa ou jazigo e por um período máximo de 45 minutos. O distanciamento físico de dois metros entre pessoas deve ser cumprido.

Nos acessos, serão criados corredores diferenciados de entrada e saída, para impedir o cruzamento de pessoas, e disponibilizados dispensadores com álcool gel, sendo obrigatória a higienização das mãos, assim como o uso de máscara (nos acessos e no interior dos cemitérios). Dentro dos recintos serão distribuídos mais contentores de lixo para colocação de resíduos como flores velhas, material de limpeza e luvas descartáveis.

Em caso de realização de funerais, os cemitérios lacobrigenses encerrarão ao público em geral uma hora antes da cerimónia fúnebre e pelo período necessário, de modo a garantir a inexistência de aglomerados e o controlo da distância de segurança.

Se surgir alguém com sintomas característicos da COVID-19, essa pessoa será encaminhada para a área de isolamento definida em cada cemitério e estabelecido contacto para a linha Saúde 24.

Apesar de todas estas regras que visam garantir a segurança sanitária, a Câmara Municipal recomenda «que as pessoas dos grupos mais vulneráveis, como pessoas idosas, grávidas e pessoas com imunossupressão ou com doença crónica, não se desloquem aos cemitérios neste fim-de-semana».

Estas medidas serão igualmente aplicadas nos cemitérios de Barão de São João (88 pessoas), Bensafrim (velho 23 pessoas, novo 49 pessoas), Luz (109 pessoas) e Odiáxere (128 pessoas), cujo funcionamento se encontra sob gestão das Juntas de Freguesia.