Lagos avança com novo Núcleo de Arqueologia no Museu Municipal

  • Print Icon

Câmara Municipal de Lagos aprovou o projeto de execução e a abertura de concurso público para a ampliação do Museu Municipal Dr. José Formosinho, visando a instalação do novo Núcleo de Arqueologia.

A empreitada, que tem um preço base de 2.850.000 euros, acrescido do IVA, e um prazo de execução de 540 dias, consiste na reabilitação e adaptação do edifício onde até há alguns anos funcionou a esquadra da PSP de Lagos, situada na mesma rua, frente ao Museu Municipal.

O projeto prevê igualmente o tratamento do extenso quintal adjacente ao edifício, que será destinado à realização de atividades complementares de índole variada, tais como conferências, apresentação de livros ou exposições temporárias.

A intervenção acautela, ainda, um conjunto exigente de recomendações emanadas da Direção Regional de Cultura do Algarve, e será acompanhada de trabalhos de escavação arqueológica, requisitos que decorrem da sensibilidade da localização do imóvel, situado em Zona Especial de Proteção (ZEP) a imóvel classificado (a Igreja de Santo António – Monumento Nacional), no núcleo urbano antigo de Lagos, em área intramuros à Cerca Medieval, zona de elevada sensibilidade arqueológica.

A «Remodelação, Modernização e Dinamização do Museu Municipal Dr. José Formosinho» tem candidatura aprovada no âmbito do CRESC Algarve 2020, com um custo elegível de 3.421.845 euros, sendo cofinanciada a 60 por cento (2.053.107 euros) pelo FEDER.​