Lagoa recebeu Concurso Cidades do Vinho «único em Portugal»

  • Print Icon

Competição teve mais de 550 vinhos em prova.

O Centro Cultural do Convento de S. José, em Lagoa, recebeu entre os dias 7 e 9 de maio a primeira edição do Concurso Cidades do Vinho, onde estiveram à prova mais de 550 vinhos nacionais, com o objetivo conjunto de promover os vinhos e o território.

Os produtores nacionais responderam de forma muito positiva ao desafio da Associação de Municípios Portugueses do Vinho (AMPV) e da Associação das Rotas dos Vinhos de Portugal (ARVP) para a realização deste concurso, onde vitivinicultores se juntaram aos municípios para, em conjunto, atuarem como promotores dos vinhos dos seus territórios.

Os resultados desta competição serão anunciados no dia 12 de junho, na Feira Nacional de Agricultura, em Santarém, e os vinhos inscritos neste concurso irão estar também presentes em 2021 no Concurso Internacional em Itália, em Castelvetro di Modena.

«As particularidades únicas do Concurso Cidades do Vinho, o trabalho inovador da AMPV e da ARVP e o seu espírito de iniciativa nos tempos difíceis que atravessamos, foram contributos para que este concurso contasse com o Alto Patrocínio da Presidência da Republica e com o apoio institucional do Ministério da Agricultura», afirma a Câmara Municipal de Lagoa.

O júri do concurso foi presidido por António Ventura, ex-presidente da direção da Associação Portuguesa de Enologia e Viticultura (APEV). O presidente da Comissão de Honra foi Vasco D’Avillez, que conta com mais de 40 anos dedicados ao setor do vinho, e o presidente da Comissão Científica é o especialista e investigador António Curvelo Garcia.

Concurso Cidades do Vinho - Lagoa

«O Concurso Cidades do Vinho está inserido no Concurso Internacional que há 18 anos é promovido pela associação italiana Città del Vino, e é único no mundo por unir os municípios e os produtores, ou seja, por promover simultaneamente os vinhos e os territórios», destacou José Arruda, secretário-geral da AMPV.

No dia 6 de maio realizou-se também no Convento de S. José, em Lagoa, a XIII edição do Concurso de Vinhos do Algarve, em parceria com o município de Lagoa e a Associação de Municípios Portugueses do Vinho. A direção técnica do concurso foi da responsabilidade da Comissão Vitivinícola do Algarve.

O setor vitivinícola no Algarve, e em particular Lagoa, «tem tido um desenvolvimento considerável, não só em quantidade, mas, principalmente, na qualidade, sendo uma aposta forte na região. Também o enoturismo tem tido uma expansão, cada vez maior», segundo a autarquia.

Luís Encarnação, presidente do município, considera que «é um enorme privilegio para Lagoa receber este concurso e é o reconhecer do extraordinário crescimento que o setor vitivinícola tem tido no nosso concelho, mas também na nossa região. Já há alguns anos que assumimos que a nossa estratégia passa por promover o nosso território, as nossas praias, os nossos campos de golfe, a nossa gastronomia, associada aos nossos excelentes vinhos, combatendo, dessa forma, a sazonalidade».