Lagoa iluminou-se de azul pela prevenção de maus-tratos infantis

  • Print Icon

Iluminação em vários edifícios municipais e não só.

A cidade de Lagoa recebeu várias iniciativas levadas a cabo durante o mês de abril, entre elas a iluminação de vários edifícios com cor azul, com o objetivo de alertar para a importância de cuidar dos mais jovens, despertando a atenção da comunidade para a problemática dos maus tratos infantis.

«Serei o que me deres … que seja amor» foi o tema da campanha de prevenção de maus tratos na infância, proposta pela Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens (CNPDPCJ), para a qual a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Lagoa, o município, as IPSS e os agrupamentos de escolas do concelho uniram esforços na realização de várias iniciativas, relembrando a todas as crianças e jovens que «Ser feliz é um dos teus Direitos».

Para além da iniciativa de iluminar os edifícios do município de Lagoa, das juntas e uniões de freguesias, dos agrupamentos de escolas e das IPSS, também nos postos territoriais da Guarda Nacional Republicana e no Centro de Saúde e respetivas extensões do concelho de Lagoa foram colocados materiais informativos e o cartaz alusivo à temática, alertando para a necessidade de prevenir as situações de violência e maus tratos a crianças e jovens.

Com as iniciativas realizadas, a CPCJ de Lagoa e todas as entidades que colaboraram «pretenderam não só demonstrar o seu compromisso para com a proteção das crianças e jovens, como também para com a promoção dos seus direitos».