Lagoa entregou Equipamentos de Proteção Individual às IPSS do concelho

  • Print Icon

Mais de 14 mil peças de equipamento de proteção individual foram distribuídas, esta sexta-feira, 15 de maio, por sete Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) do concelho de Lagoa.

Em vésperas da abertura das creches e jardins de Infância, prevista para 18 de maio, e depois de ao longo do último mês o município de Lagoa se ter empenhado em fazer chegar a várias instituições do concelho de Lagoa milhares de unidades de equipamentos de proteção, chegou agora a vez das IPSS com valência de creche.

O presidente e a vice-presidente do município de Lagoa, os presidentes de Junta e de Uniões de Freguesias do concelho, a presidente do Rotary Clube Internacional de Lagoa Francófono e o coordenador municipal de Proteção Civil integraram a comitiva que, durante a manhã deste 15 de maio, distribuiu conjuntos de máscaras, óculos, viseiras, luvas e toucas de proteção.

O Centro de Apoio a Idosos de Ferragudo (CAIF), a Associação Cultural e Desportiva CHE Lagoense (ACD), a Associação Desportiva e Recreativa da Quinta de S. Pedro (ADR), o Centro Paroquial de Estômbar, o Centro Popular de Lagoa, os Centros de Apoio Social de Carvoeiro e de Porches (CASC e CASP) foram as instituições que esta manhã beneficiaram da oferta de equipamento de proteção individual, organizada em função do número de funcionários de cada IPSS.

Numa fase de regresso progressivo à vida e ao trabalho, o autarca Luís Encarnação reforçou o apelo aos «cuidados essenciais e à prevenção que nos pode levar a vencer a guerra que ainda não está ganha».

Os equipamentos de proteção individual distribuídos destinam-se a facilitar a adoção das práticas recomendadas pelas autoridades de saúde, nesta fase da pandemia, nas IPSS do concelho de Lagoa.

Esta iniciativa foi também uma oportunidade para o presidente da Câmara de Lagoa acompanhar in loco as condições de funcionamento destas IPSS que prestam serviços relevantes para a comunidade local.

«Lagoa conta com o civismo de todos e todas nesta fase de desconfinamento, mas a comunidade também conta com o município. Continuaremos a não deixar ninguém para trás», reafirmou Luís Encarnação.