Lagoa avança para fase de execução do Orçamento Participativo 2020

  • Print Icon

Foram confirmadas, nos termos do Orçamento Participativo 2020, cinco propostas de melhoria do espaço público no concelho de Lagoa, apresentadas por cidadãos e cidadãs locais.

A apresentação das propostas mais votadas nesta 7ª edição do Orçamento Participativo (OP) de Lagoa aconteceu a 13 de novembro, no Auditório do Centro Cultural do Convento de São José.

Na mesma sessão o presidente da Câmara Municipal, Luís Encarnação, e a vereadora Ana Martins, entregaram aos proponentes das cinco propostas confirmadas as respetivas cartas de compromisso, onde a autarquia assume a responsabilidade de executar os projetos vencedores em 2020.

Dinamizado sem interrupções desde 2014, o OP incorpora a estratégia do município para potenciar a participação pública por via de mecanismos concebidos para este objetivo. A edição de 2020 decorreu em contexto de pandemia, o que levou a autarquia a alterar a habitual metodologia de recolha e discussão de propostas, de modo a minimizar os riscos de saúde pública associados a eventos que promovem maior proximidade entre as pessoas.

A nova metodologia de apresentação e votação de propostas desta 7ª edição do OP de Lagoa desenvolveu-se em ambiente online, suportada por uma plataforma especifica para este efeito, designada «Lagoa Participa».

Substituíram-se, assim, os habituais encontros presenciais entre técnicos, autarcas e cidadãos e cidadãs, em cada uma das freguesias, pela participação através dos canais de comunicação à distância.

O OP Lagoa 2020 fixou o investimento de referência no valor de 300 mil euros, admitindo um valor máximo de 100 mil euros por projeto, tal como nos anos anteriores.

As propostas que passam agora para fase de execução podem ser conhecidas aqui.