Lagoa assinalou Dia pela Eliminação da Violência Contra as Mulheres

  • Print Icon

O município de Lagoa assinalou ontem, quarta-feira, 25 de novembro, o Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra as Mulheres, com a entrega de uma obra de arte à Comissão de proteção de Crianças e Jovens de Lagoa (CPCJ) e a exposição de uma obra no átrio dos paços do concelho.

Esta foi a forma simbólica com que a Câmara Municipal de Lagoa assinalou esta data, ao mesmo tempo que reconheceu, publicamente, a excelente cooperação e trabalho que as instituições realizam na abordagem aos problemas de violência doméstica.

A obra de arte entregue foi produzida, para este efeito, pelos alunos e alunas da Escola de Artes Mestre Fernando Rodrigues, em Lagoa, e ficará exposta nas instalações da CPCJ, localizadas no CEFLA – Centro de Estudos e Formação de Lagoa.

A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens, instalada na cidade há 18 anos, «é um dos principais parceiros» do município «no trabalho realizado com as famílias, na identificação de situações de risco e promoção de medidas de proteção, promovendo a igualdade social, a inclusão e o bem-estar de todos os cidadãos».

Anabela Simão, vice-presidente da Câmara Municipal, afirmou que «o município de Lagoa manifesta, com este gesto simbólico, a enorme consideração por todos os profissionais que, por meio do seu trabalho, contribuem para a eliminação da violência contra as mulheres. Salientamos ainda a excelente colaboração que existe entre o municipio e a CPCJ».

De recordar que Lagoa tem, nos últimos anos, assinalado este dia com a entrega de várias obras de arte aos seus parceiros.

Em 2019, entregou uma obra de arte à Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP) de Portimão, organismo responsável pela prevenção criminal, execução de penas, reinserção social e gestão dos sistemas tutelar educativo e prisional.

Já em 2018, a oferta foi feita à Secção de Prevenção Criminal e Policiamento Comunitário do Posto Territorial de Silves da GNR.