Já está requalificada e com «nova cara» a via de entrada em Boliqueime

  • Print Icon

Vítor Aleixo aproveitou a inauguração da obra para anunciar uma beneficiação de outra estrada da zona.

A obra de requalificação da Rua Dr. João Baptista Ramos Faísca, «intervenção profunda que permitiu dar uma nova cara a esta artéria com características de avenida urbana e que é a principal porta de entrada em Boliqueime», foi inaugurada na segunda-feira, dia 28 de junho.

Fruto de um investimento de 1.143.000 euros, os trabalhos decorreram ao longo de toda a via, que se estende entre a rotunda da EN125 até à Igreja de Boliqueime. Além da pavimentação, a obra incluiu a requalificação das infraestruturas enterradas, iluminação pública (com a integração de candeeiros LED), a criação de uma bolsa de estacionamento com 80 lugares «e passeios generosos que só foram possíveis graças à cedência de terreno por parte dos proprietários», explica o município de Loulé.

Foi introduzido mobiliário urbano, renovada a sinalização rodoviária e reforçada a arborização, «elementos fundamentais naquelas que serão as cidades do futuro, cada vez mais amigas do cidadão», segundo a mesma fonte.

A autarquia detalha ainda que «foi também a pensar nos peões/transeuntes que irão beneficiar desta via e na sua segurança que foram criadas lombas para permitir a redução da velocidade de circulação dos automóveis».

Esta vai ser uma via partilhada já que, como anunciou o presidente da Câmara Municipal de Loulé, Vítor Aleixo, dentro de pouco tempo «haverá um carimbo a referir que a circulação se destina também a bicicletas, o que obrigará a uma redução de velocidade automóvel».

Para o autarca, «esta é uma obra que vem melhorar, em muito, Boliqueime, uma aldeia – vila espero eu em breve -, que nos últimos anos tem registado um desenvolvimento assinalável. Esta nova via urbana vem ajudar à consolidação dessa imagem renovada e de terra que anda para a frente».

Da parte da Junta de Freguesia de Boliqueime, Nélson Brasão frisou que esta «Era uma obra que Boliqueime já ansiava há bastante tempo. Esta rua não tinha grande dignidade e, neste momento, temos aqui um postal de entrada bastante bom».

A par da inauguração desta entrada em Boliqueime Vítor Aleixo anunciou outro investimento nas acessibilidades da freguesia: a beneficiação da estrada entre a EN125 e a Ponte do Barão (perto da antiga Discoteca Kadoc).

Os trabalhos passarão pela criação de uma nova rotunda, a pavimentação ao longo de mais de 2000 metros e a beneficiação das infraestruturas de iluminação e telecomunicações serão alguns dos trabalhos previstos, numa obra terá um valor superior a 1,8 milhões de euros e um prazo de execução de 10 meses.

O concurso público já foi lançado, mas prevê-se que o arranque dos trabalhos possa acontecer apenas em outubro, uma vez que será necessário aguardar o visto do Tribunal de Contas.

Refira-se que, em virtude do crescimento económico e demográfico que Boliqueime conheceu ao longo dos últimos anos, um dos dossiers que a Câmara de Loulé tem neste momento em mãos diz respeito ao processo de atribuição do estatuto de vila a Boliqueime por parte da Assembleia da República, «o que irá reforçar o papel deste importante núcleo populacional do concelho».