Hotel Faro aposta em estadias de longa duração para teletrabalho

  • Print Icon

«A sua casa, em Faro» é o mote da campanha do Hotel Faro, que pretende chegar a um novo mercado para compensar a crise no turismo. Há pacotes de 15 dias e também de um mês, a partir de 875 euros.

E se o Hotel Faro fosse a sua casa no Algarve? E se passasse uma temporada a ser farense? O Hotel Faro reinventou-se para fazer face à crise provocada pela pandemia, propondo, a quem está em regime de teletrabalho ou já trabalha habitualmente à distância de um clique, estadias de longa duração, com todas as comodidades que um hotel oferece.

Sofia Hipólito, diretora geral do Hotel Faro, explica que, face à quebra do turismo tradicional, «reinventámo-nos. Percebemos que o turismo tradicional não está a ser sustentável devido a todas as condicionantes que temos, tanto no país como a nível internacional, e direcionámos a oferta a um potencial segmento de mercado».

O objetivo, prossegue, «é fazer face aos custos fixos da operação para manter a unidade aberta. Não queremos fechar a porta porque somos um hotel de referência da cidade e isso traz-nos uma responsabilidade acrescida».

Com a oferta «A Sua Casa, em Faro», o hotel «oferece a possibilidade, a quem está em teletrabalho, de poder fazê-lo com mais e melhores condições do que se estivesse em casa», realça Sofia Hipólito.

Pequeno-almoço, serviço de limpeza, acesso a ginásio, sauna, banho turco, espaço de coworking para quem gosta de poder ter alguma companhia ou fazer sinergias, ou mesmo pequenos detalhes que fazem a diferença, como descanso para os pés ou um 2º monitor, são algumas das comodidades que os clientes podem usufruir.

Além disso, foi feito um investimento no reforço da velocidade e estabilidade do acesso à Internet.

«Em casa, normalmente, não existem todas as oportunidades que um Hotel tem, para quem se quer dedicar mais ao trabalho e também ao lazer, a usufruir do que a vida tem de melhor. O confinamento em casa é maior, pois uma casa não terá a dimensão de um Hotel como o nosso, onde a questão da saúde e segurança dos clientes é da maior importância e tratada ao milímetro».

«No hotel, o cliente pode trabalhar no quarto, numa sala de reuniões, num espaço de coworking ou mesmo com uma vista fabulosa para a Ria Formosa, no nosso Rooftop. Pode ainda receber pessoas, tudo com o apoio dos nossos serviços hoteleiros», acrescenta a diretora geral da unidade hoteleira.

O hotel criou pacotes de 15 dias e também de um mês, a partir de 875 euros. «É um preço convidativo para estar, pelo menos, duas semanas em Faro, a trabalhar com o maior conforto».

Esta campanha foi pensada tanto para o mercado português, como estrangeiro, e, em particular, para os «os nómadas digitais que procuram cada vez mais estas soluções, uma vez que o trabalho deles não depende de nenhum local em concreto. Aproveitam para conhecer os países, vivendo num local durante um determinado tempo».

Para este tipo de clientes, o hotel prepara também experiências culturais, gastronómicas e proporciona o contacto com grupos de networking informais.