Hospital de São Gonçalo de Lagos retoma atividade não COVID-19

  • Print Icon

Depois de ter estado dedicado, de forma exclusiva, durante todo o mês de abril ao tratamento de doentes infetados com a COVID-19, o Hospital de São Gonçalo de Lagos, retoma na segunda-feira dia 4 de maio, a sua normal atividade.

Esta decisão deve-se ao facto «de estarmos felizmente a registar uma taxa de incidência muito reduzida no Algarve, o que não justifica que continuemos a alocar recursos a esta situação, que são recursos muito avultados, quer economicamente, quer em profissionais», justifica o Grupo HPA Saúde.

«Durante o mês que estivemos dedicados de forma integral à COVID-19, recebemos cerca de 30 doentes, sendo que felizmente só um acabou internado nos cuidados intensivos, tendo os restantes ficado em vigilância ou tratamento em enfermaria», acrescenta.

Neste momento e, segundo a opinião unânime da Ordem dos médicos, da Direção Geral de Saúde (DGS) e de todas as sociedades médicas, as pessoas necessitam de ser ajudadas e tratadas no que respeita a outras doenças, «que sabemos estão a evoluir de forma exponencial, muitas até com um desfecho fatal. É necessário que as pessoas retomem a vigilância da sua saúde, a monitorização dos cuidados que necessitam, sob pena de assistirmos a situações com desfechos penosos».

Dessa forma, «retomaremos a atividade normal» do Hospital São Gonçalo de Lagos, embora com um horário mais reduzido do Atendimento Permanente.