Harmony Tan conquista a primeira edição do Loulé Open feminino

  • Print Icon

Harmony Tan, número 119 WTA confirmou o favoritismo e ergueu o segundo título da época. Cinco portugueses vitoriosos no qualifying do Loulé Open masculino.

A francesa Harmony Tan conquistou, este domingo, a edição inaugural do Loulé Open feminino ao derrotar a australiana Ellen Perez na grande final de singulares do torneio internacional de 25.000 dólares organizado pelo Clube de Ténis de Loulé, onde também este domingo arrancou a 11.ª edição do torneio masculino com os primeiros encontros do qualifying.

Número 119 do ranking WTA, a tenista francesa de 24 anos derrotou a australiana (que é a 236.ª da hierarquia mundial e este domingo celebra o 26.º aniversário) pelos parciais de 6-4 e 6-4.

«Estou muito feliz. Comecei a semana muito mal porque a minha primeira ronda foi muito difícil, mas gostei muito de tudo em Portugal e em Loulé e quero agradecer a todos os que tornaram este torneio possível. Gosto muito de jogar aqui e esta semana as condições eram muito boas para mim, por isso estou muito feliz», afirmou Tan depois de assinar a vitória em 1h32.

Com a vitória deste domingo, Harmony Tan conquistou o segundo título do ano (venceu o ITF de 60.000 dólares de Andrezieux-Boutheon, França, em janeiro) e o oitavo da carreira. O Loulé Open é o segundo torneio português a constar no palmarés da tenista gaulesa, que em 2017 se sagrou campeã de uma prova em Óbidos e já este ano terminou como vice-campeã do ITF de 60.000 dólares + H nas Caldas da Rainha.

Na melhor classificação da carreira, a tenista natural de Paris aponta ao top 100.

«É o meu objetivo até ao final do ano e vou jogar mais três ou quatro torneios para o tentar alcançar».

Ellen Perez, por sua vez, disputou pela segunda vez em 2021 uma final em Portugal (também foi finalista em Lisboa) e apesar de não ter conseguido conquistar o troféu mais importante fez um balanço positivo da semana em Loulé.

«Chegar à final significa que tive uma boa semana. Estou um pouco desapontada por não ter conseguido ganhar hoje, mas estou feliz com o meu nível de jogo e por estar a conseguir fazer muitos jogos. O clube é muito agradável e o tempo tem estado fantástico, por isso só tenho coisas boas a dizer».

Harmony Tan e Vasco Costa.

Encerrada a primeira edição do Loulé Open feminino, o Clube de Ténis de Loulé continuou o dia com o arranque do 11.º Loulé Open masculino e os primeiros encontros da fase de qualificação.

O primeiro tenista português a reservar um lugar na segunda de três rondas de apuramento foi Bernardo Teixeira, que derrotou o canadiano William Binnie por 6-2 e 6-3, e a ele seguiram-se Martim Simões (6-3 e 6-3 sobre o compatriota Tiago Sousa), Miguel Gomes (7-5 e 6-1 contra o brasileiro Paulo André Saraiva dos Santos), Illia Stoliar (que depois de conquistar o primeiro ponto ATP da carreira em Setúbal, na última semana, procura fazer o mesmo em Loulé e venceu Diego Lopato-Miguel por 6-3 e 6-2) e Afonso Portugal (6-1 e 6-3 a Pedro De la Riva Bueno).

Vasco Costa, Ellen Perez, Harmony Tan, Luis Pedro, Custodio Moreno, Salomé Viegas e Joao Brito.

Jaime Faria, João Ferreira, Eduardo Morais, Martim Marujo, Ivo Isqueiro e Rodrigo Beires não conseguiram replicar o sucesso dos compatriotas e foram eliminados na ronda inaugural.