GNR de Portimão deteve «agricultores» de canábis em Monchique

  • Print Icon

Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Portimão da Guarda Nacional Republicana (GNR) deteve dois homens por tráfico e cultivo de canábis na zona de Monchique.

O Comando Territorial de Faro da Guarda Nacional Republicana (GNR), através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Portimão, deteve dois homens de 53 e 40 anos, pelo crime de cultivo e tráfico de estupefacientes, na zona de Monchique, na segunda-feira, dia 3 de outubro.

No âmbito de diligências de investigação, foi possível recolher informação sobre o tráfico e cultivo de canábis na zona de Monchique, que após diversas diligências culminou na deteção de uma plantação de canábis.

No decorrer da ação foi dado cumprimento a cinco mandados de busca, nomeadamente cinco domiciliárias e três não domiciliárias, que resultaram na apreensão do seguinte material:

  • 2.521 doses de canábis;
  • 49 doses de haxixe;
  • Seis gramas de sementes de canábis;
  • Duas plantas de canábis;
  • Um telemóvel;
  • Uma balança digital de precisão;
  • 960 euros em numerário.

Os detidos foram constituídos arguidos e os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Portimão.