GNR de Loulé apreende 870 quilos de alfarroba em Operação Stop

  • Print Icon

Apreensões de alfarroba têm sido uma constante no Algarve.

A Guarda Nacional Republicana (GNR) de Loulé apreendeu na segunda-feira, dia 31 de agosto, no decorrer de uma Operação Stop, 870 quilos de alfarroba e identificou um homem de 30 anos, por furto de produtos agrícolas, naquela localidade.

No decorrer da ação de fiscalização rodoviária, os militares da Guarda abordaram um veículo que efetuava o transporte de diversas sacas de alfarroba e o condutor afirmou que teve autorização para a apanhar, em diversos terrenos.

Após diligências policiais, foi possível apurar que os bens agrícolas eram furtados, tendo ainda sido possível identificar o legítimo proprietário de parte da alfarroba transportada pelo suspeito, que tinha sido subtraída e já ensacada no dia 30 de agosto, do interior da sua propriedade agrícola.

O suspeito foi identificado e constituído arguido e as alfarrobas, avaliadas em 683 euros, foram apreendidas, com os factos a serem remetidos ao Tribunal Judicial de Loulé.

A GNR, no âmbito da operação «Campo Seguro 2020», encontra-se desde o dia 1 de junho a levar a cabo ações de sensibilização e fiscalização, com o propósito de evitar crimes de furto, junto das propriedades agrícolas.

Uma vez que nesta altura do ano, o foco na região do Algarve se direciona para a alfarroba, pelo valor comercial que representa e pela facilidade quer na apanha quer na venda, a Guarda incrementou o policiamento com o intuito de dissuadir e reprimir a prática do furto deste produto.