GNR apreende artes de pesca sem identificação em Castro Marim

  • Print Icon

Polvo no interior das armadilhas foi devolvido ao habitat natural.

A Unidade de Controlo Costeiro (UCC) da GNR de Vila Real de Santo António apreendeu ontem, terça-feira, dia 17 de maio, artes de pesca que se encontravam sem qualquer marcação e identificação na Praia Verde, concelho de Castro Marim.

A ação de fiscalização de embarcações no mar territorial compreendeu a extensão entre Vila Real de Santo Antonio e Tavira, com objetivo de identificar, impedir e interromper atividades de pesca ilegal e crimes relacionados.

Os militares da GNR apreenderam diversas artes de pesca que se encontravam sem qualquer marcação e identificação, a sul da Praia Verde. Ao todo, foram apreendidos 90 alcatruzes, agregados a cerca de 1350 metros de cabo.

No seguimento da ação, «todo o polvo verificado no interior das armadilhas foi imediatamente devolvido ao seu habitat natural», afirma a GNR.

A GNR relembra que «a marcação e identificação das artes de pesca comercial constitui uma obrigação legal, em respeito pelas normas nacionais e comunitárias, sendo que a falta dessa sinalização é punível com coima de 150 a 5.000 euros».