GNR apreende 160 quilos de pescado e bivalves em Quarteira

  • Print Icon

Por comercialização sem condições de higiene.

A Unidade de Controlo Costeiro (UCC) da GNR, em colaboração com a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE), apreendeu na quarta-feira, dia 29 de junho, 160 quilos de pescado e bivalves por comercialização sem estarem garantidas as devidas condições de higiene, no acesso ao Porto de Pesca de Quarteira.

O objetivo desta ação passou por «inspecionar as condições de comercialização de pescado fresco e bivalves fora de estabelecimentos, com especial enfoque na segurança alimentar». Foram então detetados 160 quilos de pescado e bivalves a serem comercializados «sem que estivessem garantidas as condições de higiene necessárias».

Segundo a GNR, «no decorrer da fiscalização foram verificados os requisitos de rastreabilidade, condições de temperatura de exposição dos produtos e o cumprimento dos tamanhos mínimos, tendo sido apreendidos 160 quilos de sardinha (Sardina pilchardus), carapau (Trachurus trachurus) e amêijoa-branca (Spisula solida).

Foram ainda identificados dois homens, de 57 e 42 anos, e elaborados seis autos de contraordenação. O pescado apreendido, após inspeção higienossanitária por parte da autoridade veterinária, foi doado a uma instituição de solidariedade.

A GNR recorda que «os produtos da pesca colocados no mercado, ou suscetíveis de o ser, devem estar adequadamente rotulados para assegurar a rastreabilidade de cada lote, bem como as condições de higiene para a sua exposição e comercialização do pescado, que devem ser asseguradas em conformidade com os regulamentos aprovados».