Forum Algarve celebra 20 anos com ações ao longo do ano

  • Print Icon

Sérgio Santos, diretor-geral do centro comercial de Faro levanta o véu sobre a efeméride. Forum Algarve abriu pela primeira vez a 13 de março de 2001.

barlavento: Que balanço faz destes 20 anos?
Sérgio Santos: O Forum Algarve foi um projeto feito de pessoas para pessoas e muito feliz do ponto de vista arquitetónico. Não foi apenas mais um centro comercial, foi um conceito que teve a preocupação de respeitar um enquadramento com a região. Foi desenhado para que toda a linha arquitetónica respeitasse os traços algarvios: as muralhas, o coreto, as arcadas, o telhado de tesoura. Por outro lado, a gestão e dinâmica que se foi criando, permitiu com que o Forum Algarve, 20 anos mais tarde, seja considerado como um espaço de todos os algarvios. Aqui passaram-se eventos, concertos, houve sempre momentos marcantes. Hoje, mesmo neste momento tão delicado, o Forum Algarve continua a manter a magia da praça central, da fonte e de ser aberto ao ar livre, o que permite que as pessoas olhem para este espaço como um ponto de encontro e daí o mote da campanha de aniversário 20 anos Forum Algarve combina consigo.

Qual foi o momento mais marcante que recorda?
O facto de termos arriscado em ser o primeiro espaço no Algarve com uma pista de gelo, em 2005. O Forum Algarve tentou sempre, dentro da sua dinâmica e da sua irreverência, trazer algo inovador à região. A pista de gelo tem tido vários momentos marcantes. A primeira serviu para ajudar a reflorestar a Serra do Caldeirão. Foi também através da pista de gelo que as urgências de pediatria do Centro Hospitalar e Universitário do Algarve (CHUA) foram melhoradas. Em 2018, após o grande incêndio que afetou Monchique, assinámos um protocolo com a autarquia e com a Associação dos Produtores Florestais do Barlavento Algarvio (ASPAFLOBAL). Essa iniciativa permitiu que a zona circundante de Monchique fosse reflorestada. Ou seja, tem havido uma preocupação com as problemáticas regionais? Pela sua história, o Forum Algarve tem estado muito ligado à comunidade local. Essas ações levam-nos a ter uma grande paixão e vontade de continuar com esta dinâmica. O exemplo mais recente foi a Orange Weekend. Foi uma campanha comercial que permitiu que os nossos clientes beneficiassem de várias aulas experimentais em vários clubes desportivos da região. Além disso, fizemos parcerias com spas e o Centro de Ciência Viva da região.

Essa campanha vai regressar?
Sim porque queremos apoiar todo o tecido das atividades empresariais que existem na região. O que estamos a fazer é: cada vez que alguém escolhe ser cliente do Forum Algarve, tem benefícios. Assim, podemos dar palco a outras instituições, que também estão fragilizadas por esta crise, e que podem também ter acesso a potenciais clientes. Na próxima campanha vão ser ainda mais as empresas apoiadas. Essa é a nossa génese. Temos obrigatoriedade com todos os nossos stakeholders e há um aspeto muito importante que tem estado sempre patente na nossa gestão, que é a contribuição para o melhorar a qualidade de vida da comunidade.

São essas ações que marcam a diferença?
Temos dezenas de parcerias. Por exemplo, o Forum Algarve, todos os anos, oferece uma bolsa a um dos melhores alunos do ensino secundário, seja de que município for, com as propinas do primeiro ano na Universidade do Algarve (UAlg) pagas.

E já receberam vários prémios. Quais destaca?
Recebemos seis e destaco três. O primeiro, em 2002, foi o prémio internacional de Certificado de Mérito pelo design único, inovador e a sua ligação com a região e toda a área envolvente. Destaco também, em 2019, o galardão que recebemos pelas melhores práticas de marketing, num concurso internacional. Isso deveu-se à ligação gratuita de autocarro entre a baixa da cidade, o centro comercial e o aeroporto, criando um efeito de mobilidade e de serviço durante o verão. Claro que nos enche de orgulho sermos reconhecidos ao nível internacional como tendo das melhores práticas inovadoras de marketing. Destaco ainda o prémio Cinco Estrelas, que ganhámos dois anos seguidos.

Quais as aspirações para as próximas décadas?
Parto do pressuposto que temos sempre de melhorar. Temos de nos ajustar às necessidades do mercado. Queremos manter a nossa linha dinâmica e uma política de marketing que envolve ações, que envolve a comunidade local, e que mantenha o Forum Algarve como aquilo que sempre foi, um espaço de pessoas para pessoas, agradável e muito mais que um centro comercial. Desejamos que continue a ser um espaço aprazível, confortável e bom para todos, visitantes, lojistas, fornecedores, colaboradores e clientes.

Como vão celebrar a efeméride?
Tínhamos planeado um conjunto de ações e de brindes para todos os nossos visitantes e ações de entretenimento para as famílias. Infelizmente, pela conjuntura em que vivemos, não foi possível. No entanto, estes 20 anos vão ser celebrados ao longo de 2021 com um conjunto de iniciativas que de alguma forma afirmarão que o Forum Algarve é de todos, é do Algarve e combina com todos os algarvios. Os Orange Weekends vão continuar e somos capazes de ter mais surpresas.