Festival Internacional do Caracol volta para deliciar Castro Marim

  • Print Icon

Além do evento principal, haverá programa para restaurantes e cafés aderentes.

O Festival Internacional do Caracol regressa à Colina do Revelim de St. António, em Castro Marim, de 22 a 24 de julho, após dois anos de edições confinadas, uma online e outra em esplanadas de estabelecimentos aderentes.

O certame arranca sempre às 19h00. Serão muitas as tasquinhas a oferecer diferentes confeções deste afamado petisco internacional, para além de outras tapas.

Aos caracóis, «temperados com o melhor sal do mundo», junta-se o programa de animação, com música, dança e também ateliers infantis.

Na sexta-feira, dia 22 de julho, os «Pardais à Solta» começam a animar as ruas do recinto, seguindo-se o concerto acústico «À Volta das Guitarras», com Zé Francisco, às 20h00. A fechar este dia de abertura, às 22h00, há fado com «Al-Mouraria».

Sábado, dia 23 de julho, começa com «Charanga Los de Ruedo», seguindo-se um espetáculo de dança de Gracia Diaz. Às 22h00, o concerto de Viviane, com o seu trabalho «Confidências», um best of que assinala os seus 10 anos de carreira a solo.

No último dia, 24 de julho, a animação de rua também estará com os «Pardais à Solta», encerrando com «Us Sai de Gatas», às 22h00.

Na senda de «tornar os seus eventos mais ecológicos e amigos do ambiente», o município de Castro Marim disponibilizará copos reutilizáveis, «procurando conseguir uma redução drástica de resíduos».

Mas numa inovação «aprendida» no período pandémico, o festival reinventa-se e acontece também de 16 a 31 de julho em estabelecimentos aderentes. Esta modalidade revelou-se «uma ótima estratégia para impulsionar o pequeno comércio e restauração» e a autarquia, «tendo o cuidado de apoiar também a cultura local, além de assumir toda promoção e divulgação do evento», levará animação musical a todos os cafés/restaurantes que aderirem.

Cada estabelecimento aderente estará assinalado com uma pequena réplica do caracol gigante, que este ano estará na Colina do Revelim. Até à data, aderiram à iniciativa 20 cafés e restaurantes do concelho.

Os estabelecimentos podem ainda aderir à iniciativa, mediante proposta apresentada à Câmara Municipal, podendo aceder às condições e à ficha de inscrição aqui.