Faro vai mostrar como «avistar o futuro a partir das açoteias»

  • Print Icon

Conferência Internacional na sexta-feira, dia 21, é o momento alto do Açoteia – Faro Rooftop Festival.

No âmbito do Açoteia, um evento cultural de arte, sustentabilidade e comunidade, acontece na sexta-feira, dia 21 de junho, às 14h30, no segundo andar da Fábrica da Cerveja, em Faro, a Conferência Internacional «Avistar o Futuro a Partir das Açoteias».

Com entrada livre, apresentará oradores nacionais e estrangeiros, bem como uma metodologia de trabalho participativa que convida todos os presentes a desenhar novos desafios para a cidade.

Lívia Tirone (Portugal), arquiteta especialista em construção sustentável, Léon van Geest (Holanda), diretor do Rotterdamse Dakendagen (o festival de rooftops de Roterdão que em, 2019 contou com cerca de 22.000 visitantes) e Ralf Alwani, diretor da Urban Scale Interventions, uma agência criativa que responde a mudanças na forma como vivemos e trabalhamos através do design centrado nas pessoas, são os oradores principais do evento.

Terão como objetivo inspirar os presentes a pensar nas açoteias e nos espaços superiores dos edifícios de uma forma mais sustentável e mais criativa, através de exemplos do seu próprio trabalho.

Segundo a organização, esta conferência internacional «foge ao padrão tradicional deste tipo de eventos na medida em que pretende envolver toda a comunidade e ser muito participado», revela Paulo Santos, vice-presidente da Câmara Municipal de Faro com o pelouro da Cultura.

Paulo Santos, vice-presidente da Câmara Municipal de Faro com o pelouro da Cultura.

Assim, na segunda parte da conferência, todos os presentes serão chamados a formular coletivamente questões com potencial mobilizador relativamente à utilização das açoteias pelo ano fora.

A conferência surge na sequência do 1º Encontro Europeu de Rooftops organizado pelo município de Faro em janeiro deste ano e que juntou vários elementos da comunidade com um conjunto de cidades/entidades/pessoas que se dedicam a organizar festivais ou iniciativas semelhantes ao Açoteia – Faro Rooftop Festival, e também municípios que começam a desenhar estratégias para a promoção destes espaços.

Com este encontro, a autarquia pretendeu aproveitar a experiência de outras cidades e entidades e delas absorver boas práticas e ideias para a realização do Açoteia – Faro Rooftop Festival a acontecer nos próximos dias 20, 21 e 22 de junho em Faro.

Foi ainda objetivo desta iniciativa potenciar a criação da rede europeia de rooftops que junta cidades, entidades diversas e pessoas com interesses semelhantes, procurando propor uma agenda europeia para a promoção de cidades mais sustentáveis, com um espírito comunitário mais solidário e promover a utilização destes espaços numa lógica cultural e criativa.

Vários exemplos das cidades presentes nesta rede poderão ser conhecidos na exposição Rooftops4Europe que estará patente na Rua de Santo António, em Faro, de 19 a 23 de junho, também no âmbito do festival Açoteia.

Programa da conferência «Avistar o Futuro a Partir das Açoteias»

14h30- Boas-Vindas

14h45- Principais Oradores: Lívia Tirone (Portugal), León Van Geest (Holanda) e Ralf Alwani (Irlanda do Norte)

15h45- Painéis de construção colectiva de questões inovadoras: Sustentabilidade / Comunidade/ Artes

18h00- Reflexões Finais

Objetivos:

  • Mapear oportunidades e desafios da cidade de Faro, partindo da capacidade mobilizadora das suas açoteias;
  • Dar a conhecer práticas e abordagens inspiradoras sobre o futuro das cidades, em Portugal e na Europa;
  • Criar um momento de construção coletiva das questões com maior potencial mobilizador para mudar a vida urbana.

Keynote Speakers:

Lívia Tirone (Portugal)
No início do seu percurso profissional, criou e implementou soluções inovadoras e sustentáveis para a indústria da construção em Portugal. Posteriormente foi convidada pela Comissão Europeia para desenvolver legislação na área da eficiência energética, smart cities sustentáveis e inovação. É a curadora da THNK School of Creative Leadership – Location Lisbon. No setor público foi convidada a definir a estratégia e a dirigir a Agência de Energia e Ambiente de Lisboa. É co-fundadora da Sustainable Construction Initiative e coordenou a Sustainable Construction Living Lab, uma plataforma que agrega vários agentes da indústria da construção, incluindo o consumidor final, com o objetivo de promover a construção sustentável em Portugal. Publica artigos e promove workshops no campo da construção sustentável, incluindo na área dos living rooftops.

Léon van Geest (Holanda)
É o diretor do Rotterdamse Dakendagen, o festival de rooftops de Roterdão que em 2019 recebeu cerca de 22 mil visitantes. Possui uma vasta experiência na área da intervenção social e comunitária. Na sua opinião os rooftops possuem as condições para melhorar as cidades, tornando-as mais sustentáveis e inclusivas. Considera, assim, que este festival é uma oportunidade para promover mudanças. Desenvolve atividade na área da inovação socioeconómica com vista ao desenvolvimento das cidades.

Ralf Alwani (Irlanda do Norte)
Ralf Alwani completou um mestrado no Royal College of Art, especializando-se em novas cidades e projetos urbanos de grandes dimensões. Desde então, tem sido consultor em diversos projetos arquitetónicos públicos, comunitários e residenciais. É diretor da Urban Scale Interventions, uma agência criativa que trabalha sobre as mudanças na forma como vivemos e trabalhamos, através do design centrado nas pessoas. O seu estúdio lidera o desenvolvimento de um projeto, que pretende analisar o efeito da regeneração das pontes e margens do Rio Foyle sobre o bem-estar emocional das pessoas de Derry Londonderry, articulando entre a esfera privada e a pública. Ralf é um membro ativo da Royal Society of Arts e teve trabalhos publicados em revistas na área da saúde mental, arquitetura e design.