Faro junta-se à «Hora do Planeta» pelo 14º ano consecutivo

  • Print Icon

Município de Faro desliga as luzes de monumentos e locais emblemáticos durante uma hora.

A Câmara Municipal de Faro volta a associar-se à «Hora do Planeta» e irá desligar as luzes do Arco da Vila e do Jardim Manuel Bivar, entre as 20h30 e as 21h30 do próximo sábado, dia 27 de março.

A partir de um interruptor instalado no Arco da Vila, as luzes irão apagar-se durante 60 minutos, num ato simbólico de preocupação ambiental, que começa na Austrália e percorre todo o globo terrestre, em defesa do ambiente e respeitando a sua estratégia e compromisso para a implementação de medidas sustentáveis locais.

O município convida ainda a população a juntar-se a esta iniciativa ambiental e a desligar as luzes em suas casas, também entre as 20h30 e as 21h30 do próximo sábado, «num gesto de sensibilização para o combate às alterações climáticas e para promoção de um melhor ambiente para as futuras gerações».

A «Hora do Planeta» é um movimento global que une milhões de pessoas em todo o mundo para mostrarem o seu compromisso com o planeta.

Esta iniciativa da WWF nasceu em 2007 em Sidney, na Austrália, quando 2,2 milhões de pessoas e mais de 2000 empresas apagaram as luzes por uma hora numa tomada de posição contra as alterações climáticas.

Faro - Hora do Planeta

Ano após ano, a «Hora do Planeta» tem vindo a crescer para se tornar num movimento de sustentabilidade global, com mais de 3,5 mil milhões de pessoas em 190 países e territórios a mostrarem o seu apoio a esta causa ao desligarem simbolicamente as suas luzes.

A autarquia farense garante seguir «uma política de defesa do meio ambiente», estando progressivamente a substituir luminárias da rede de iluminação pública por lâmpadas de tecnologia LED, «o que irá permitir uma poupança energética muito significativa e ganhos de sustentabilidade geral, em linha com os compromissos ambientais assumidos com os munícipes».

Os responsáveis municipais revelam que «já foram adquiridas e instaladas mais de 1200 novas luminárias na cidade, num investimento global da autarquia de cerca de 200 mil euros. Prevê-se, a curto prazo, proceder à aquisição de mais lâmpadas LED, também no montante de 200 mil euros, para continuação da requalificação do espaço público e uso generalizado de tecnologia energicamente mais eficiente e amiga do ambiente».