Faro e IRA oferecem ração para os animais dos munícipes carenciados

  • Print Icon

Autarquia vai ceder, gratuitamente, alimentação para animais angariada pelo IRA – Núcleo de Intervenção e Resgate Animal.

A Câmara Municipal de Faro está a distribuir ração para animais, angariada pelo IRA – Núcleo de Intervenção e Resgate Animal, a munícipes e famílias carenciados e cuidadores de animais.

A alimentação foi entregue hoje, sexta-feira, dia 5 de março, pelo IRA, nas instalações dos Bombeiros Sapadores de Faro, e será a partir de agora cedida a famílias carenciadas, mediante comprovativo – que poderá ser obtido, caso se verifique a situação de carência, num processo simples e pouco exigente – da Divisão de Desenvolvimento Social e Educação (DDSE) do Município ou Junta de Freguesia.

A ração será igualmente distribuída por pessoas reconhecidas na comunidade como cuidadoras de colónias de animais.

Em ambos os casos, a ração poderá ser levantada nas instalações dos Bombeiros Sapadores, com todas as medidas e condições de segurança, pelos munícipes que devem fazer-se acompanhar de identificação e deixar um registo com nome, morada e contacto.

Para apoio ao processo ou informações, podem ser utilizados o contacto telefónico 967150345 (disponível apenas nos dias úteis, durante o horário de expediente) ou o e-mail.

O município de Faro «agradece a manifestação de disponibilidade do IRA para angariação e cedência de ração, num momento tão difícil para a comunidade, em particular para aqueles que estão em situação de carência, e que também tem efeitos nos animais».

«Em linha com o princípio orientador da autarquia, de respeito e preservação do bem-estar e dignidade animal», o município tem, entre outras medidas, «realizado e apoiado várias campanhas de sensibilização contra o abandono, maus tratos e cuidados com animais».

Para o presidente da Câmara Municipal de Faro, Rogério Bacalhau, trata-se de «uma medida importante e que vem apoiar as famílias na sua obrigação diária de proporcionar alimentação e bem-estar aos seus animais de companhia, o que não é acessível a muitas carteiras».