Faro apoia Fundação Algarvia de Desenvolvimento Social

  • Print Icon

Autarquia atribui verba de 3000 euros a Instituição Particular de Solidariedade Social que gere Unidade de Cuidados Continuados Integrados de Milreu, em Estoi, para aquisição de materiais de proteção individual.

A Câmara Municipal de Faro aprovou a atribuição de um apoio financeiro pontual no valor de 3000 euros à Fundação Algarvia de Desenvolvimento Social (FADS), para aquisição de materiais de proteção individual, de forma a assegurar uma resposta adequada no âmbito da pandemia COVID-19.

Este apoio foi deliberado em reunião de câmara do dia 1 de março, destinando-se a esta Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) vocacionada para a assistência social e educativa de crianças e idosos, que entre as suas respostas sociais conta com a Unidade de Cuidados Continuados Integrados de Milreu (UCCI Milreu), em Estoi, uma unidade de internamento com capacidade para 51 utentes (40 de longa duração e 11 de média duração e reabilitação), que presta apoio e cuidados de saúde a pessoas com doenças ou processos crónicos que não reúnem condições para serem cuidados no domicílio.

O apoio da autarquia permite, assim, atenuar os constrangimentos orçamentais desta resposta social do concelho, que não dispõe de outros meios financeiros além das verbas transferidas pela Segurança Social e Administração Regional de Saúde, para fazer face às despesas de funcionamento.

Simultaneamente, a UCCI Milreu foi obrigada a uma alteração de rotinas e procedimentos para fazer face à situação pandémica, o que implicou um aumento dos gastos gerais, tendo-se deparado com um agravamento dos constrangimentos orçamentais devido a um novo aumento do preços de mercado e escassez de produtos por parte dos fornecedores.

Este apoio visa a aquisição de equipamentos e materiais de proteção individual (fatos de proteção completos, máscaras, luvas, batas, aventais, desinfetante, máscaras FFP2, cobre sapatos e toucas descartáveis), que permita a continuidade da prestação de cuidados adequados e em condições de segurança no âmbito da situação de pandemia, dando resposta aos compromissos assumidos com os utentes, famílias e Estado.