Estratégias de crescimento para economia do mar debatidas em VRSA

  • Print Icon

Vila Real de Santo António (VRSA) acolheu um debate sobre as estratégias com potencial para alavancar o crescimento da economia do mar.

O Secretário de Estado do Mar, José Maria Costa, esteve presente no encerramento da jornada de trabalho dedicada ao tema «O Potencial do Mar na Diversificação da Base Económica do Algarve», organizada pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve.

A iniciativa, realizada na Biblioteca Municipal Vicente Campinas, em VRSA, contou com a realização de diversos workshops dedicados à «Aquacultura e Produção de Algas», aos «Estaleiros e Indústrias Navais» e à «Atividade Náutica e Turismo».

Além do secretário de Estado, a sessão contou com a presença do presidente da Câmara Municipal de VRSA, Álvaro Araújo, do presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve, José Apolinário, da vice-reitora da Universidade do Algarve, Alexandra Teodósio, do Secretário-Geral da Fórum Oceano, Ruben Eiras, e do Diretor da DRAP Algarve, Pedro Valadas Monteiro.

Para o autarca da Câmara Municipal de VRSA, Álvaro Araújo, o município possui as condições ideais para desenvolver e consolidar o potencial da economia do mar, de que são exemplos as indústrias de construção naval presentes no concelho, salientando os projetos que estão em carteira para a construção de uma unidade de aquicultura e transformação de pescado e de uma fábrica de conservas na cidade de VRSA.

De acordo com o secretário de Estado do Mar, José Maria Costa, a cooperação transfronteiriça entre o Algarve, o Alentejo e a Andaluzia é um elemento fundamental para o desenvolvimento destas regiões, onde o mar constitui um importante ponto de partida e um forte elo de ligação económico e de investimento.

Já o presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve, José Apolinário, destacou a importância dos fundos estruturais e assinalou que é necessário fazer crescer o apoio comunitário para o setor do mar no próximo quadro comunitário, considerando-o um forte pilar para a diversificação da base económica da região do Algarve.

A jornada de trabalho terminou com uma visita aos estaleiros de construção naval da Nautiber, em Vila Real de Santo António.

A realização desta iniciativa visou criar uma rede de parcerias com vista a desenvolver futuras sinergias entre os agentes públicos e privados que, no âmbito do PO CRESC Algarve 2020, conseguiram financiamento para desenvolver projetos específicos integrados na área da economia do mar.