EN2 terminará em Faro num quilómetro 738 em calçada portuguesa

  • Print Icon

Nova rotunda na Avenida Calouste Gulbenkian, vai ter uma nova atração para os muitos viajantes que chegam à cidade depois de atravessarem a Estrada Nacional 2, de Chaves a Faro.

Até ao final de março, deverá estar concluída a nova rotunda que substitui os semáforos no cruzamento da Avenida Calouste Gulbenkian com o final da Estrada Nacional (EN)2 e a Rua do Alportel.

O marco original que assinalava o quilómetro 738 da EN2, onde termina a via que liga Chaves a Faro, atravessando o interior de Portugal, foi retirado temporariamente, enquanto decorrem as obras.

No entanto, e porque já era um ponto de interesse onde muitos viajantes gostavam de terminar a aventura, Rogério Bacalhau, presidente da Câmara Municipal de Faro, vai brindar quem chega à cidade com um novo atrativo.

Vai ser construída uma estrutura circular, semi elevada, com 10 metros de diâmetro, na qual será desenhado o número 738 em calçada portuguesa. Será um contraste a negro sobre pedra branca. Ao centro será recolocado o marco original da EN2, que neste momento está armazenado em lugar seguro até ao término das obras, segundo revelou o autarca, em primeira mão ao barlavento. A proposta de projeto pode ser vista aqui.

«A EN2 tem hoje uma grande notoriedade, com muita gente a percorrê-la. Os municípios do interior têm vindo a ser muito beneficiados pois acolhem turismo que de outra forma não passaria por lá. Mas Chaves e Faro são sempre favorecidos, porque ficam no início e no fim do percurso. Ninguém faz a EN2 sem parar nestas duas cidades. As outras são pontos de passagem apenas, embora isso não deixe de ser muito positivo», compara.

Marco que assinala o quilómetro 738 da EN2, em Faro, é agora uma atração turística e paragem obrigatória para quem completa o percurso.

Rogério Bacalhau diz ainda que há mais uma surpresa na calha. «Estamos a fazer o projeto da terceira circular de Faro, aguarda o visto do Tribunal de Contas. Está previsto fazermos a ligação da Avenida 25 de Abril, ao lado da Escola Secundária Pinheiro e Rosa até à estrada da Penha, com uma rotunda. Depois, fazer a ligação da EN2 até à Escola da Lejana. Ficará tudo ligado. E aí haverá uma rotunda com um marco importante da Nacional 2», revela.