COVID-19: Município de Faro restringe acesso a espaços públicos

  • Print Icon

A Câmara Municipal de Faro determinou um conjunto de medidas para mitigar a aglomeração de pessoas em espaços públicos.

No âmbito de novas medidas de combate à disseminação do Coronavírus, o município de Faro volta a adotar a interdição no acesso a vários espaços públicos, como forma de desincentivar ajuntamentos.

Desde logo, os cemitérios municipais verão o seu horário restringido, passando a encerrar aos sábados, domingos e feriados pelas 13h00, acompanhando o dever de recolhimento.

Equipamentos como os museus Municipal e Regional permanecem igualmente encerrados, assim como a Biblioteca Municipal que, nesta fase mais aguda da pandemia, suspendeu inclusivamente o serviço de empréstimo de livros em take away.

E conforme anunciado oportunamente, também os parques municipais e parques de jogos ficarão encerrados, assim como estão vedados os acessos a espaços públicos em que habitualmente se verificam aglomerações incluindo passeios ribeirinhos e praias.

Excetuam-se moradores, assistência e/ou entrega de bens essenciais a pessoas vulneráveis, pessoas com deficiência, filhos, progenitores, idosos ou dependentes, para desempenho de atividades profissionais ou equiparadas e situações de emergência.

O mobiliário urbano presente nessas zonas, como bancos de jardim, contará com fitas a indicar a proibição do assento.

Nas ruas, viaturas do serviço de Fiscalização Municipal voltarão igualmente em força, difundindo mensagens de apelo ao recato e prevenção do contágio.

Em dia de Eleições, o município não deixa ainda de apelar a todos os cidadãos para que exerçam o seu direito de voto cumprindo escrupulosamente com algumas normas de segurança essenciais: uso da máscara de forma adequada; manutenção do afastamento social recomendado; desinfeção das mãos ao entrar e ao sair do local de voto e utilização de caneta própria para efetivar o voto.