Cineteatro Louletano recebe a segunda sessão do «PARTE Summit»

  • Print Icon

Momento contará com 12 curadoras/es internacionais.

O Cineteatro Louletano prepara-se para receber já no próximo sábado, dia 6 de agosto, entre as 9h30 e as 18h30, a segunda sessão do PARTE Summit – Portugal Art Encounters, programa que apoia a internacionalização do sistema da Arte Contemporânea em Portugal.

Nesta edição do Seminário Internacional de Arte, serão 12 as curadoras e curadores participantes: Abaseh Mirvali, Andrea Lissoni, Bruna Roccasalva, Clara Kim, Daniel Baumann, Hendrik Folkerts, Kasia Redzisz, Neringa Bumblienė, Philippe-Alain Michaud, Sofía Hernández Chong Cuy, Vincenzo de Bellis e Zoé Whitley.

Os/as curadores(as) foram convidados pelos anfitriões Vicente Todolí e Isabel Carlos. Este lote de profissionais destaca-se «pela vasta experiência curatorial, sobretudo na direção de instituições artísticas de relevo», e viajam para Portugal, alguns pela primeira vez, vindos da Alemanha, Bélgica, Estados Unidos, França, Itália, Lituânia, Países Baixos, Reino Unido, Suécia e Suíça.

São artistas/curadores estrangeiros que se têm destacado no panorama artístico internacional, influenciando os temas, programações e regimes de mobilidade neste sistema. No âmbito do programa, é-lhes dada a conhecer uma seleção criteriosa do que Portugal tem para oferecer em termos de produção artística, acolhimento, património cultural e natural. Existem atividades que conjugam a partilha de conhecimento com artistas e agentes, com o intuito de fomentar o trabalho dos artistas portugueses lá fora.

Por outro lado, as parcerias estabelecidas com a AAVP – Associação de Artistas Visuais em Portugal, a Exhibitio – Associação Lusa de Galeristas, e a AICA Portugal – Associação Internacional de Críticos de Arte, prevêem que estas estruturas apoiem o mapeamento de potenciais participantes para os programas de futuras edições.

O programa PARTE tem como principais propósitos «ampliar a rede de influência do sector artístico e gerar novas oportunidades de trabalho para artistas e agentes locais, tais como exposições, comissões, residências e participações em projetos de relevo internacional». Apoia também a capacitação e o investimento neste sector, impulsionando a sua atratividade junto de potenciais mecenas e investidores, nacionais e estrangeiros, e atuando na produção e partilha de conhecimento, essencial à valorização das identidades regionais e da rede de equipamentos culturais existentes no País.

O programa tem ainda como objetivo promover a internacionalização de Portugal enquanto destino de referência no circuito da Arte Contemporânea, reforçando a atratividade e competitividade turística do país nos mercados internacionais.

O PARTE Summit é uma iniciativa da Flamingo Circuit, em parceria com o Turismo de Portugal, contando com o apoio do Ministério da Cultura/Direção Geral das Artes, no âmbito da dinamização da Rede Portuguesa de Arte Contemporânea (RPAC).

O acesso ao evento tem um custo de 25 euros e os ingressos podem ser adquiridos através da Bilheteira Online (BOL) do Cineteatro, aqui.