Catamarãs começam amanhã a «voar» ao largo de Lagos

  • Print Icon

2ª etapa do circuito GC32 Racing Tour realiza-se de 22 a 26 de junho, seguido do Mundial da classe, de 13 a 17 de julho.

Lagos recebe a partir de amanhã, quarta-feira, dia 22 de junho, a 2ª etapa da famosa competição GC32 Racing Tour.

O circuito chega à cidade algarvia com 10 equipas a marcar presença na GC32 Lagos Cup, depois da prova inaugural realizada em Riva del Garda, Itália.

Segundo a organização, «a qualidade das tripulações promete colocar a competição de Lagos num nível estratosférico».

Do Sail GP, o maior circuito mundial de vela, equivalente à Fórmula 1 nos mares, vêm quatro equipas, enquanto da América’s Cup chega o Alinghi Red Bull Racing. Este é precisamente o barco que está na liderança do circuito GC32, comandado pelo skipper suíço Arnaud Psarofaghis. Na sua equipa técnica encontra-se João Cabeçadas, o mais internacional dos velejadores portugueses.

«Elemento precioso» da equipa de terra do Alinghi, João Cabeçadas considera que as águas portuguesas são boas para a sua equipa: «Estamos muito satisfeitos por regressar a Lagos. Tem-nos corrido sempre bem aqui. Ganhámos o Campeonato Mundial em 2019 e, em 2020, ganhámos os dois eventos. Este ano regressamos com uma equipa renovada e com dois catamarãs. Começámos a época em Itália há menos de um mês, com um dos catamarãs em 1º lugar e o outro em 4º. A nossa expectativa para esta semana é de melhorar esse resultado».

A nível de infraestruturas, as equipas vão encontrar maiores e melhores instalações na base logística, localizada nos estaleiros da Sopromar. O novo pontão, investimento realizado pela Marina de Lagos, permitirá que toda frota fique reunida no mesmo local.

A previsão meteorológica para os próximos dias promete lançar estes catamarãs para velocidades perto dos 40 nós, ou seja, cerca de 80 kms/hora. Este evento será o aquecimento para o Campeonato do Mundo da classe, que se realiza de 13 a 17 julho, também em Lagos.